Diário: 07/06/2017

quarta-feira

7

junho 2017

0

COMENTÁRIOS

Detran prorroga taxa de licenciamento de veículos com placas final 0

Por , Em notícias

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) prorrogou para o dia 23 deste mês os vencimentos das taxas de licenciamento dos veículos com placas de fina 0. A decisão determinada pela Direção do Órgão foi motivada pelo atraso na entrega dos carnês não alcançando em tempo hábil o envio dos boletos para todas as residências dos proprietários.

Mesmo com a atraso gerado na entrega dos carnês, o Detran dispõe para o proprietário de veículo automotor a opção de emitir a segunda via do boleto de pagamento diretamente na página eletrônica da Detran (www.detran.rn.gov.br), digitando a placa do veículo e o número do Renavam. No local, também estão disponíveis as informações sobre as datas e guias de liquidação do IPVA e do Seguro Obrigatório. O valor do licenciamento não sofreu reajuste, permanecendo R$ 60, independente do ano ou categoria do enquadramento do transporte

quarta-feira

7

junho 2017

0

COMENTÁRIOS

Com prisão de Henrique Alves, PMDB tem que calcular o estrago para as eleições de 2018 no RN

Por , Em notícias

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

henrique-alvespmdb

A prisão do ex-ministro Henrique Eduardo Alves atinge fortemente o PMDB e põe em risco os projetos eleitorais do Partido para 2018. O principal deles é a reeleição do senador Garibaldi Alves Filho, até então, a maior expressão eleitoral do Estado.

A saída de cena de Henrique enfraquece o PMDB. Mais do que isso, encerra o ciclo de uma família que ocupou, nas últimas décadas, os principais cargos da República, – presidente, ministro, senador e deputado federal. Garibaldi é muito forte eleitoralmente.

Falta, entretanto, fazer novas contas. É preciso contabilizar, por exemplo, o tamanho do estrago causado pela prisão de Henrique. Além de presidente do PMDB, Henrique Eduardo Alves era, também, o principal articulador do grupo. Era ele quem botava na rua todas as campanhas do Partido.

quarta-feira

7

junho 2017

0

COMENTÁRIOS

Presos da Lava Jato no RN vão para sistema prisional potiguar

Por , Em notícias

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Os presos da Operação Manus foram encaminhados para o sistema prisional do Rio Grande do Norte na noite dessa segunda-feira, após audiência de custódia com o juiz Francisco Eduardo Guimarães Farias, da 14ª Vara da Justiça Federal no Rio Grande do Norte.

Foram encaminhados para prisões estaduais o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, e o secretário de Obras, Fred Queiroz.

Henrique Alves foi encaminhado para a Academia da Polícia Militar, na Avenida Alexandrino de Alencar. Fred Queiroz foi para o Centro de Detenção Provisória da Ribeira, que tem cela especial para aqueles que possuem ensino superior.

O juiz Eduardo Guimarães Farias revogou duas das quatro prisões preventivas cumpridas no Rio Grande do Norte. Após audiência de custódia nessa terça-feira, ele liberou Érika Nesi e Matheus Nesi, esposa e filho de Fred Queiroz, sendo seus sócios. A empresa de Fred, a Prátika Locações é suspeita de ter movimentado dinheiro irregular em 2014 na campanha de Henrique Alves para compra de voto e apoio político.

quarta-feira

7

junho 2017

0

COMENTÁRIOS

Durante sessão do TSE, Gilmar Mendes e Hermann Benjamin, se desentendem

Por , Em notícias

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Durante o julgamento da Chapa Dilma e Temer, os ministros Gilmar Mendes e Benjamin, tiveram um desentendimento, em relação ao papel da Justiça.

A polêmica começou quando Gilmar disse que os estrangeiros quando tomam conhecimento das cassações feitas no Brasil, se assombram, pois existem mais cassações que na ditadura.

Herman rebateu, dizendo que não é possível comparar a situação atual com a de ditaduras. As ditaduras cassavam e cassam quem defende a democracia, o TSE cassa aqueles que vão contra a democracia. Acho que há uma enorme diferença — ressaltou o relator.

Em resposta, Mendes disse que é preciso ser “moderado nos pressupostos de cassação”. Até porque está é uma intervenção indevida no processo democrático eleitoral e nós temos que ser cuidadosos nisso — afirmou. Benjamin, por outro lado, destacou que esse cuidado também é necessário para corrigir irregularidades.