Diário: 28/03/2018

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Fábio Faria comenta intenções de presidenciável Flávio Rocha para o Nordeste e o RN: “Nova Galícia”

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O deputado federal Fábio Faria conversou com Época sobre Flávio Rocha, de quem é amigo. A matéria pontua a proximidade das duas famílias – as esposas de ambos também são próximas.

Além de aspectos pessoais, a entrevista, claro, desembocou em política.

“O Flávio é uma pessoa que surpreende. Ninguém consegue imaginar que ele tem tanto conteúdo. Então quando ele começa a desenvolver, a falar, as pessoas ficam curiosas. Porque ele tem uma paixão de querer fazer do Nordeste a nova Galícia. Ele vê um grande potencial no Rio Grande do Norte”, afirmou o deputado, fazendo referência à região autônoma da Espanha.

Rocha se projetou para o Brasil a partir do Rio Grande do Norte. Sua agenda liberal defende a presença mínima do Estado. Ele passou pelo Nordeste recentemente com o “Brasil 200”.

“Ele fala que quer que o empresário seja bem tratado. Não o empresário que é amigo do governo. Mas que o governo dê condições iguais para que todos os empresários consigam ter sucesso”.

Afastado do comando da Riachuelo, ele disputará a presidência pelo PRB.

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Mega-Sena, concurso 2.026: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 35 milhões

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

mega senaNinguém acertou as seis dezenas do concurso 2.026 da Mega-Sena, realizado na noite desta quarta-feira (28) em Canela (RS). O prêmio acumulou. Veja as dezenas sorteadas: 10 – 23 – 31 – 33 – 51 – 52.

A quina teve 105 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 24.755,26. A quadra teve 6.365 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 583,39. O próximo sorteio, relativo ao concurso 2.027, será no sábado (31). O prêmio é estimado em R$ 35 milhões.

Powered by WPeMatico

logo-radioserido3-1

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Reuso de águas cinzas fomenta agricultura familiar no RN

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

águaO reuso de águas cinzas, aguas de uso residencial originadas a partir de processos domésticos, em pequenas propriedades rurais foi tema do TED realizado nesta segunda-feira, no 8° Fórum Mundial da Água. A iniciativa faz parte do projeto “Sertão Empreendedor”, desenvolvido pelo Sebrae no Rio Grande do Norte.

O “Sertão Empreendedor” englobou 530 propriedades durante quatro anos. Sendo que, apenas em 2017, 100 propriedades participaram. A água cinza consiste no líquido residual derivado de uso doméstico e que é descartado no quintal erroneamente.

Para tornar possível o reuso, a água é analisada, em seguida é realizado o encanamento, assim a água passa por filtros e segue para a caixa d’água. Após esse processo, a água segue para utilização, como irrigar plantações dos produtores locais – fomentando a agricultura familiar. Com a iniciativa, foram reaproveitados a 14.620 litros por mês.

Powered by WPeMatico

_banner-fabricio-otica

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Governo Federal anuncia liberação de R$ 253 milhões para o Programa Mais Alfabetização

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

temerO presidente da República, Michel Temer, e o ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciaram, nesta quarta-feira, 28, em cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília, a implementação do Programa Mais Alfabetização, que terá o investimento de R$ 523 milhões nos próximos dois anos.

Em 2018, serão liberados R$ 253 milhões, sendo R$ 124 milhões de forma imediata para escolas de estados e municípios em todo o país. A segunda parcela será liberada no segundo semestre de 2018, de acordo com o monitoramento e avaliação da execução do programa.

Para Mendonça Filho, esses R$ 253 milhões servirão para que os municípios possam se planejar focando em qualidade e eficiência. “Será importante também agregar a figura do assistente de alfabetização, que vai auxiliar os professores nessa missão extremamente importante que é alfabetizar nossas crianças e jovens”, disse.

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

BC reduz depósito compulsório exigido de bancos; medida deve liberar R$ 25,7 bilhões

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O Banco Central decidiu nesta quarta-feira (28) reduzir de 40% para 25% a alíquota de recolhimento compulsório pelos bancos nos depósitos à vista.

No caso da poupança, o recolhimento passou de 21% para 20%, na modalidade rural, e de 24,5% para 20%, nas demais modalidades. De acordo com o Banco Central, o novo patamar de recolhimento nos depósitos na poupança voltou ao nível anterior à crise de 2008.

Os novos percentuais entram em vigor em abril.

Quando um correntista faz depósitos à vista, à prazo ou na poupança, o banco é obrigado a guardar parte desse montante em uma conta no BC. Ou seja, esses recursos não podem ser utilizados em outras operações.

O objetivo do depósito compulsório é controlar os recursos disponíveis na economia e, com isso, fazer com que as taxas de juros praticadas pelos bancos fiquem próximas à da taxa de juros básica da economia (Selic).

A redução do percentual do compulsório, portanto, libera mais dinheiro para que os bancos possam, por exemplo, emprestar a seus clientes. O BC estima que, com a decisão desta quarta, serão liberados R$ 25,7 bilhões no sistema financeiro.

Entre os objetivos da medida estão a redução do spread bancário, que é a diferença entre a taxa que o banco paga ao tomar um empréstimo e o que ele cobra ao conceder crédito, e a concessão de crédito mais barato.

“É sempre mais fácil imaginar a redução no spread com os recursos estando diretamente nas instituições [financeiras] e não aqui [depositadas no Banco Central]. Estando nas mãos das instituições, elas podem estudar a melhor forma de usar esses recursos e acreditamos que uma parte significativa vai para o mercado de crédito”, disse o chefe do Departamento de Operações Bancárias do BC, Flávio Túlio Vilela.

Além da redução da alíquota, o BC tomou outras medidas em relação ao recolhimento compulsório. Entre elas está o aumento de R$ 70 milhões para R$ 200 milhões de uma espécie de faixa isenta para contabilização de compulsórios. Isto é, o cálculo dos valores que deverão ter um percentual recolhido ao BC só será feito a partir de R$ 200 milhões em depósitos – o que beneficia especialmente os pequenos bancos.

G1

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Agentes da PRF não viram ‘nada de anormal’ na estrada do trajeto da caravana de Lula, diz relatório

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Um relatório da Polícia Rodoviária Federal (PRF) aponta que “nada de anormal” foi visto pelos agentes da corporação entre os municípios de Queda do Iguaçu, no oeste do Paraná, e Laranjeiras do Sul, na região central do estado, onde houve o ataque à caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na terça-feira (27).

O relatório é uma parte da investigação. A Polícia Civil está fazendo uma varredura no trecho da estrada e ouvindo testemunhas. Peritos do Instituto de Criminalística examinaram o ônibus na noite de terça, e o laudo deve ficar pronto nos próximos dias. Ainda não há suspeitos identificados.

De acordo com a PRF, carros caracterizados e descaracterizados da corporação acompanharam o percurso entre Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul.

Na terça, dois ônibus da caravana foram atingidos por três tiros. Um dos veículos levava convidados, e outro transportava jornalistas do Brasil e do exterior.

Lula estava em um terceiro ônibus, o primeiro do comboio. A informação inicial era de que, no momento dos disparos, o ex-presidente estava na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFSS), em Laranjeiras do Sul, mas o PT informou posteriormente que ele estava em um dos veículos. Ninguém ficou ferido.

De acordo com o delegado da Polícia Civil Hélder Lauria, o caso é investigado como disparo de arma de fogo com dano provocado.

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) também está investigando o caso, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da 2ª Promotoria de Justiça de Quedas do Iguaçu.

Nesta quarta-feira (28), o procurador Olympio de Sá Sotto Maior Neto, coordenador da área de Direitos Humanos do Ministério Público do Paraná (MP-PR), citou tentativa de homicídio ao comentar os ataques à caravana.

Repercussão
Pré-candidatos à Presidência da República se manifestaram sobre o ataque à caravana de Lula, assim como demais políticos e autoridades.

O presidente Michel Temer criticou o ataque, afirmando que foi uma “pena” que tenham ocorrido os disparos. Segundo Temer, o fato cria um clima de “instabilidade”.

Em seu perfil oficial no Twitter, Lula repudiou a sequência de atos violentos.

“A nossa caravana está sendo perseguida por grupos fascistas. Já atiraram ovos, pedras. Hoje deram até um tiro no ônibus”, informou o post.

 

G1

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Gilberto Occhi deixará presidência da Caixa para assumir Ministério da Saúde

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Gilberto Occhi (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O presidente da Caixa, Gilberto Occhi, deixará o cargo para assumir o Ministério da Saúde no lugar de Ricardo Barros. Os dois são filiados ao PP.

A decisão foi tomada pelo presidente Michel Temer durante uma reunião na tarde desta quarta-feira (28) com o presidente do PP, senador Ciro Nogueira.

Na conversa, Temer chegou a argumentar que seria mais tranquilo manter Occhi na Caixa, pois qualquer mudança no comando do banco tem de passar por novos critérios técnicos.

Mas Ciro Nogueira defendeu ser fundamental deslocar Occhi para o ministério, considerado um técnico já acostumado a trabalhar com a legenda há um bom tempo.

Occhi está na presidência do banco desde 1º de junho de 2016, a convite de Temer.

Funcionário de carreira da Caixa, Occhi comandou os ministérios da Integração Nacional e das Cidades no governo Dilma Rousseff.

Saída de Ricardo Barros
O atual ministro da Saúde decidiu deixar o comando da pasta para disputar a eleição de outubro – ele se candidatará a deputado.

Por lei, ministros que quiserem se candidatar precisam deixar os cargos seis meses antes da eleição, prazo que neste ano termina em 7 de abril.

Espaço do PP no governo
Antes de iniciar a reforma ministerial, o Palácio do Planalto alertou o PP que a legenda só manterá o espaço atual no governo se apoiar a reeleição de Temer.

Apesar de oficialmente dizer que “pensa” em disputar a reeleição, Temer já admite em conversas reservadas que entrará na disputa.

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Deputados do PT querem que Polícia Federal investigue tiros contra ônibus

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

A bancada de deputados federais do PT pediu, em nota divulgada nesta quarta-feira, que a Polícia Federal assuma as investigações sobre o ataque a tiros à caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, realizado na terça-feira no Paraná.

Os parlamentares também disseram que irão protocolar uma ação na Procuradoria-Geral da República (PGR) para denunciar o caso.

“A Bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara conclama as autoridades do governo federal a investigar o atentado ocorrido no estado do Paraná contra o ex-presidente Lula e membros da caravana da democracia que percorre estados do Sul”, diz a nota, assinada por Paulo Pimenta (PT-RS), líder do partido na Câmara dos Deputados.

Os deputados do PT afirmam que o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, deveria determinar que a PF seja enviada para apurar o caso. Na terça, ao comentar o episódio, Jungmann disse que mantém contato constante com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) — já que Lula tem viajado por diversas cidades —, mas não mencionou a possibilidade de envio da PF.

— Vou pedir (ao governador) exatamente que existam cuidados adicionais. E também falo sempre com a Polícia Rodoviária Federal. Nós não podemos admitir confrontos. É absolutamente anti-democrático e é preciso ter respeito — disse Jungmann.

O Globo

Powered by WPeMatico

logo-radioserido3-1

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Gabriel Jesus rejeita proposta de renovação de contrato do Manchester City

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Com Gabriel Jesus em alta na seleção brasileira, o Manchester City corre para renovar o contrato do artilheiro, mas tem enfrentado algumas dificuldades. De acordo com informações do jornal britânico “Daily Mail”, Gabriel rejeitou a primeira proposta dos citizens.

Diz o jornal que Gabriel recebe atualmente 65 mil libras por semana (cerca de R$ 305 mil). Se aceitasse a primeira proposta do City, ele passaria a receber 90 mil libras semanais (cerca de R$ 423 mil).

Gabriel quer um salário superior a 100 mil libras por semana (cerca de R$ 470 mil). O “Daily Mail” garante que isso não será problema para o City e as partes chegarão a um acordo em breve.

A intenção do clube inglês é ampliar o contrato de Gabriel até o meio de 2023. O atual vínculo vence no meio de 2022.

GE

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

COSERN emite Nota de Esclarecimento sobre interrupção no fornecimento de energia elétrica em alguns pontos de Natal depois de raios

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Veja Nota abaixo:

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO COSERN

As fortes chuvas, acompanhadas de descargas atmosféricas (raios) que caem em Natal na noite desta 4a feira (28) provocaram interrupção no fornecimento de energia elétrica em alguns pontos da capital.

A Cosern reforçou as equipes de plantão que estão nas ruas trabalhando para reestabelecer o fornecimento o mais rápido possível.

A Cosern reforça as dicas de segurança no período chuvoso:

· Procure não ficar sob árvores e/ou estruturas metálicas durante temporais com raios e, em casa, evite o contato com objetos com estrutura metálica como fogão, canos, etc, sobretudo se a casa estiver em campo aberto;

· Não ligue equipamentos elétricos se você estiver molhado ou descalço;

· Desconecte das tomadas os aparelhos eletrônicos que não estiverem sendo usados;

· Se perceber que as paredes da casa estão úmidas, evite o contato com elas e não ligue equipamentos elétricos em tomadas instaladas ali, pois elas podem ser fonte de choques e mau funcionamento de equipamentos;

· Evite ficar em áreas descampadas (abertas) como campos de futebol, piscina, lagos, lagoas, praias, árvores, postes, mastros e locais elevados. Recomenda-se ficar dentro de casa ou em local abrigado durante a chuva;

· Não realize serviços em locais onde o risco de exposição aos raios seja maior, a exemplo de instalação ou manutenção de antenas de TV.

Powered by WPeMatico

_banner-fabricio-otica

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Situação de perigo na costa norte do Nordeste

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Muitas áreas de instabilidade atuam pelo litoral do Nordeste e mantém a costa norte e parte da costa leste em alerta para chuva forte. A chuva tende a aumentar nesta quinta-feira (29) e a situação é de perigo avisam os meteorologistas da Climatempo.

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Filho de ex-deputado estadual é preso após tentar corromper testemunhas em caso que levou irmão para prisão

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira o filho do ex-deputado estadual Tarcísio Ribeiro, o ex-vereador de Ielmo Marinho Tarcísio Ribeiro Júnior.

Ele é suspeito de obstrução de justiça para beneficiar o irmão, Antônio Ribeiro Júnior, envolvido no rumoroso caso do homicídio do hoteleiro Ademar Miranda Neto, assassinado em junho de 2016 na zona Sul de Natal.

A prisão aconteceu após ele ter sido identificado em um shopping da capital. De acordo com as investigações, a Polícia Civil identificou uma trama que envolvia o pagamento de preso em Alcaçuz para tentar modificar a versão do crime que levou Antônio e Martha para a prisão.

Antônio Ribeiro Júnior foi preso por tentar atrapalhar as investigações do caso em janeiro de 2017. A namorada dele e viúva de Ademar, Martha Renatta Borsato, também está presa. Ela é apontada como autora intelectual do crime.

Ademar Miranda tinha 58 anos e era proprietário de um hotel na praia de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal. Ele foi morto na Avenida Engenheiro Roberto Freire, na noite de 7 de junho. Ele estava dirigindo quando dois homens se aproximaram do carro dele e efetuaram os disparos.

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

FOTOS: Historiadores se aproximam da real aparência de Jesus; para pesquisadores, ele tinha a pele e os olhos escuros e os cabelos curtos

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Concepção artística do designer gráfico especialista em reconstituição facial forense Cícero Moraes mosta que judeus que viviam no Oriente Médio no século 1 tinham a pele, o cabelo e os olhos escuros (Foto: Cícero Moraes/BBC Brasil)

Foram séculos e séculos de eurocentrismo – tanto na arte quanto na religião – para que se sedimentasse a imagem mais conhecida de Jesus Cristo: um homem branco, barbudo, de longos cabelos castanhos claros e olhos azuis. Apesar de ser um retrato já conhecido pela maior parte dos cerca de 2 bilhões de cristãos no mundo, trata-se de uma construção que pouco deve ter tido a ver com a realidade.

O Jesus histórico, apontam especialistas, muito provavelmente era moreno, baixinho e mantinha os cabelos aparados, como os outros judeus de sua época.

A dificuldade para se saber como era a aparência de Jesus vem da própria base do cristianismo: a Bíblia, conjunto de livros sagrados cujo Novo Testamento narra a vida de Jesus – e os primeiros desdobramentos de sua doutrina – não faz qualquer menção que indique como era sua aparência.

“Nos evangelhos ele não é descrito fisicamente. Nem se era alto ou baixo, bem-apessoado ou forte. A única coisa que se diz é sua idade aproximada, cerca de 30 anos”, comenta a historiadora neozelandesa Joan E. Taylor, autora do recém-lançado livro What Did Jesus Look Like? e professora do Departamento de Teologia e Estudos Religiosos do King’s College de Londres.

“Essa ausência de dados é muito significativa. Parece indicar que os primeiros seguidores de Jesus não se preocupavam com tal informação. Que para eles era mais importante registrar as ideias e os papos desse cara do que dizer como ele era fisicamente”, afirma o historiador André Leonardo Chevitarese, professor do Instituto de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e autor do livro Jesus Histórico – Uma Brevíssima Introdução.

Em 2001, para um documentário produzido pela BBC, o especialista forense em reconstruções faciais britânico Richard Neave utilizou conhecimentos científicos para chegar a uma imagem que pode ser considerada próxima da realidade. A partir de três crânios do século 1, de antigos habitantes da mesma região onde Jesus teria vivido, ele e sua equipe recriaram, utilizando modelagem 3D, como seria um rosto típico que pode muito bem ter sido o de Jesus.

Esqueletos de judeus dessa época mostram que a altura média era de 1,60 m e que a grande maioria deles pesava pouco mais de 50 quilos. A cor da pele é uma estimativa.

Ilustração feita por especialista Richard Neave para documentário da BBC em 2001 (Foto: BBC)

Taylor chegou a conclusões semelhantes sobre a fisionomia de Jesus. “Os judeus da época eram biologicamente semelhantes aos judeus iraquianos de hoje em dia. Assim, acredito que ele tinha cabelos de castanho-escuros a pretos, olhos castanhos, pele morena. Um homem típico do Oriente Médio”, afirma.

“Certamente ele era moreno, considerando a tez de pessoas daquela região e, principalmente, analisando a fisionomia de homens do deserto, gente que vive sob o sol intenso”, comenta o designer gráfico brasileiro Cícero Moraes, especialista em reconstituição facial forense com trabalhos realizados para universidades estrangeiras.

Ele já fez reconstituição facial de 11 santos católicos – e criou uma imagem científica de Jesus Cristo a pedido da reportagem.

“O melhor caminho para imaginar a face de Jesus seria olhar para algum beduíno daquelas terras desérticas, andarilho nômade daquelas terras castigadas pelo sol inclemente”, diz o teólogo Pedro Lima Vasconcellos, professor da Universidade Federal de Alagoas e autor do livro O Código da Vinci e o Cristianismo dos Primeiros Séculos.

Outra questão interessante é a cabeleira. Na Epístola aos Coríntios, Paulo escreve que “é uma desonra para o homem ter cabelo comprido”. O que indica que o próprio Jesus não tivesse tido madeixas longas, como costuma ser retratado.

“Para o mundo romano, a aparência aceitável para um homem eram barbas feitas e cabelos curtos. Um filósofo da antiguidade provavelmente tinha cabelo curto e, talvez, deixasse a barba por fazer”, afirma a historiadora Joan E. Taylor.

Chevitarese diz que as primeiras iconografias conhecidas de Jesus, que datam do século 3, traziam-no como um jovem imberbe e de cabelos curtos. “Era muito mais a representação de um jovem filósofo, um professor, do que um deus barbudo”, pontua ele.

“No centro da iconografia paleocristã, Cristo aparece sob diversas angulações: com o rosto barbado, como um filósofo ou mestre; ou imberbe, com o rosto apolíneo; com o pálio ou a túnica; com o semblante do deus Sol ou de humilde pastor”, contextualiza a pesquisadora Wilma Steagall De Tommaso, professora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e do Museu de Arte Sacra de São Paulo e membro da Sociedade Brasileira de Teologia e Ciências da Religião.

Imagens

Joan acredita que as imagens que se consolidaram ao longo dos séculos sempre procuraram retratar o Cristo, ou seja, a figura divina, de filho de Deus – e não o Jesus humano. “E esse é um assunto que sempre me fascinou. Eu queria ver Jesus claramente”, diz.

A representação de Jesus barbudo e cabeludo surgiu na Idade Média, durante o auge do Império Bizantino. Como lembra o professor Chevitarese, eles começaram a retratar a figura de Cristo como um ser invencível, semelhante fisicamente aos reis e imperadores da época.

“Ao longo da história, as representações artísticas de Jesus e de sua face raras vezes se preocuparam em apresentar o ser humano concreto que habitou a Palestina no início da era cristã”, diz o sociólogo Francisco Borba Ribeiro Neto, coordenador do Núcleo Fé e Cultura da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

“Nas Igrejas Católicas do Oriente, o ícone de Cristo deve seguir uma série de regras para que a imagem transmita essa outra percepção da realidade de Cristo. Por exemplo, a testa é alta, com rugas que normalmente se agrupam entre os olhos, sugerindo a sabedoria e a capacidade de ver além do mundo material, nas cenas com várias pessoas ele é sempre representado maior, indicando sua ascendência sobre o ser humano normal, e na cruz é representado vivo e na glória, indicando, desde aí, a sua ressurreição.”

Como a Igreja ocidental não criou tais normas, os artistas que representaram Cristo ao longo dos séculos criaram-no a seu modo. “Pode ser uma figura doce ou até fofa em muitas imagens barrocas ou um Cristo sofrido e martirizado como nas obras de Caravaggio ou Goya”, pontua Ribeiro Neto.

“O problema da representação fiel ao personagem histórico é uma questão do nosso tempo, quando a reflexão crítica mostrou as formas de dominação cultural associadas às representações artísticas”, prossegue o sociólogo.

“Nesse sentido, o problema não é termos um Cristo loiro de olhos azuis. É termos fiéis negros ou mulatos, com feições caboclas, imaginando que a divindade deve se apresentar com feições europeias porque essas representam aqueles que estão ‘por cima’ na escala social.”

Essa distância entre o Jesus “europeu” e os novos fiéis de países distantes foi reduzida na busca por uma representação bem mais aproximada, um “Jesus étnico”, segundo o historiador Chevitarese. “Retratos de Jesus em Macau, antiga colônia portuguesa na China, mostram-no de olhos puxados, com a forma de se vestir própria de um chinês.

Na Etiópia, há registros de um Jesus com feições negras.”

O ator Jim Caviezel interpretou Jesus no filme ‘A Paixão de Cristo’, de 2004, dirigido por Mel Gibson (Foto: Icon Productions/Divulgação)

No Brasil, o Jesus “europeu” convive hoje com imagens de um Cristo mais próximo dos fiéis, como nas obras de Cláudio Pastro (1948-2016), considerado o artista sacro mais importante do país desde Aleijadinho. Responsável por painéis, vitrais e pinturas do interior do Santuário Nacional de Aparecida, Pastro sempre pintou Cristo com rostos populares brasileiros.

Para quem acredita nas mensagens de Jesus, entretanto, suas feições reais pouco importam. “Nunca me ocupei diretamente da aparência física de Jesus. Na verdade, a fisionomia física de Jesus não tem tanta importância quanto o ar que transfigurava de seu olhar e gestos, irradiando a misericórdia de Deus, face humana do Espírito que o habitava em plenitude. Fisionomia bem conhecida do coração dos que nele creem”, diz o teólogo Francisco Catão, autor do livro Catecismo e Catequese, entre outros.

G1

 

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Ministro Dias Toffoli concede prisão domiciliar a Paulo Maluf

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Paulo malufO ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu nesta quarta-feira (28) prisão domiciliar ao deputado afastado Paulo Maluf (PP-SP).

Maluf está preso desde dezembro no Complexo Penitenciário da Papuda e, nesta quarta (28), foi internado em um hospital em Brasília.

A defesa do parlamentar alega saúde frágil e apresentou um pedido de liberdade ou prisão domiciliar ao STF.

Ex-prefeito de São Paulo, Paulo Maluf foi condenado pelo STF em maio do ano passado a 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime fechado pelo crime de lavagem de dinheiro.

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Uma semana após blecaute, chuva provoca apagão em semáforos de principais cruzamentos de Natal

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O serviço de notificação da STTU postou no fim da tarde desta sexta-feira orientação para o condutor de veículo evitar quatro dos principais cruzamentos da cidade.

Não há informações oficiais sobre outras panes. A STTU pede para evitar a região.

O mesmo caso ocorreu em proporções maiores na quarta-feira da semana passada, após blecaute que fez a cidade indagar pela presença dos amarelinhos para ordenar o trânsito.

Abaixo, a notificação da STTU

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Pesquisa revela que 58% dos brasileiros não se dedicam às próprias finanças

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Seis em cada 10 brasileiros (58%) admitem que nunca, ou somente às vezes, dedicam tempo a atividades de controle da vida financeira, e 17% dos consumidores, sempre ou frequentemente, precisam usar cartão de crédito, cheque especial ou até mesmo pedir dinheiro emprestado para conseguir pagar as contas do mês. O percentual aumenta para 24% entre os mais jovens. Há, também, aqueles que precisam recorrer ao crédito para complementar a renda.

Os dados, obtidos em pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em todas as capitais, mostram que a organização financeira não é uma tarefa que atrai os consumidores.

Para o educador financeiro José Vignoli, do portal Meu Bolso Feliz, uma vida financeira saudável depende do esforço de cada consumidor em buscar informação e exercitar a disciplina para incorporá-la no seu cotidiano.

“Muitas pessoas poderiam, facilmente, ter acesso às informações necessárias para ter um orçamento mais equilibrado, mas não parecem conseguir. Elas pensam que dá trabalho, ou que é muito difícil manter o controle sobre as despesas, e se esquecem de que trabalhoso mesmo é encarar o endividamento e a restrição ao crédito. Lidar com o dinheiro exige disciplina e comprometimento para viver dentro da sua realidade financeira e não tomar decisões equivocadas”, afirmou Vignoli.

O mestrando Murilo Gouveia disse que espera mudar seus hábitos financeiros em breve. “Eu já fiz planilhas anos atrás, mas hoje não faço mais porque os gastos variam, e ganho muito mal, mas agora vou trocar de emprego e quero me organizar.”

Equilíbrio

Uma prova de que a vida financeira equilibrada traz mais satisfação e tranquilidade é que 56% dos consumidores ouvidos no levantamento disseram que se sentem melhor quando planejam as despesas para os próximos seis meses. O problema, novamente, é que nem sempre isso acontece na prática, porque 48% deles nunca ou somente às vezes fazem um planejamento cuidadoso dos passos a seguir para ficar dentro do orçamento nos meses seguintes. O problema surge com mais força entre os consumidores de baixa renda (classes C, D e E), com 51% de citações.

A executiva de vendas Marta Ferreira afirmou que já perdeu o controle das contas e que hoje tenta ser mais organizada. “Dedico meu tempo sempre para fazer minhas contas quando recebo, uso uma caderneta e faço minhas anotações. Antes, confesso que não fazia, mas depois que fui perdendo o controle do que pagava resolvi anotar meus gastos.”

Planejar-se para realizar um sonho de consumo também não é um hábito comum para a maioria dos consumidores. Os que estabelecem metas e as seguem à risca, quando querem adquirir um bem de mais alto valor, como uma casa, um automóvel ou realizar uma viagem, por exemplo, somam 48% da amostra.

Nesse caso, o comportamento é mais frequente entre as pessoas das classes A e B, com 59% de menções. Os que nunca ou somente às vezes fazem esse tipo de esforço somam outros 48% dos entrevistados. Há ainda 38% que nem sempre têm planos.

A contabilista Iana Leite, que se definiu como “bem controlada nas finanças”, só neste ano começou a juntar dinheiro para investir em um imóvel. “Este ano comecei a transferir todo mês um dinheiro fixo para uma poupança. Assim que tiver um valor, vou comprar um apartamento ou uma casa.”

Matemática

Os consumidores ouvidos no levantamento afirmaram que ter algum tipo de familiaridade com matemática e conhecimento sobre números torna mais fácil exercer controle sobre a vida financeira. Em cada 10 brasileiros, seis (61%) consideram que informações numéricas são úteis na vida financeira diária e 62% dizem que aprender a interpretar números é importante para tomar boas decisões financeiras. Porém, nem sempre essas pessoas procuram, de fato, informar-se a respeito desses temas.

A pesquisa detectou que 19% dos entrevistados não costumam prestar atenção em assuntos que envolvem números, percentual que aumenta para 24% entre os homens e 27% entre os mais jovens. Há ainda 39% que nunca ou somente às vezes calculam o quanto pagam de juros ao parcelar uma compra e 53% que fazem esse cálculo com frequência. Quando parcelam alguma compra, um terço (33%) dos entrevistados nem sempre sabem se já têm outras prestações para pagar.

“O conhecimento sobre juros é essencial para as finanças de quem parcela compras ou contrata algum financiamento. Os juros encarecem o valor total a ser pago pelo consumidor, principalmente em casos de atrasos, e se não são bem analisados e pesquisados em várias instituições, podem comprometer a organização do consumidor”, ressaltou a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

A busca de informações com especialistas também não é hábito de boa parte dos brasileiros. Apenas três em cada 10 (31%) disseram que sempre, ou frequentemente, procuram dicas de especialistas sobre gestão financeira. Além disso, somente 17% costumam participar de cursos, palestras e seminários para aprender a administrar o próprio orçamento; e 49% nunca participam dessas atividades, ao passo que 25% dizem que, às vezes, procuram esse tipo de informação.

“Hoje com a facilidade de acesso à internet, esse número poderia ser muito maior. Há uma grande oferta de conteúdo de qualidade, e gratuito em portais, vídeos e até mesmo nas redes sociais, que tratam da relação com o dinheiro de forma leve, descomplicada e aplicada às situações comuns do dia a dia”, destacou Vignoli.

Mesmo com as novas tecnologias, a professora Aline Ferraz controla as contas no papel mesmo. “Eu dedico um tempo para me organizar e uso agenda. Sou meio antiquada, anoto o que eu gasto e confronto para saber o que sobra.”

Já a empregada doméstica Eliane Neres disse que faz um controle mental das despesas e depois anota tudo. “Quando recebo o salário, anoto tudo o que já foi pago no lápis, e também não gasto mais do que ganho.”

Consumo por impulso

Parte expressiva dos entrevistados revelou que compra por impulso e toma atitudes de consumo desregradas. Quando estão fazendo compras, um terço (33%) dos brasileiros nunca, ou apenas às vezes, avalia se realmente precisa do produto, para não se arrepender depois. Além disso, 45% nunca, ou somente às vezes, conseguem resistir às promoções e comprar apenas aquilo que está planejado.

A analista de qualidade Mayara Ruda Silveira disse que é bem controlada e raramente cede às tentações. “Adoro fazer planilhas. Geralmente eu planejo os gastos antes, sou bem controlada. Uma coisa ou outra acabo comprando por impulso.”

A pesquisa mostra também que os consumidores adotam posturas desaconselháveis do ponto de vista financeiro. Por exemplo, 19% dos entrevistados consideram mais importante gastar dinheiro hoje do que guardar para o futuro, embora 77% reconheçam que, às vezes, ou nunca, se comportam assim.

Sobre pensar no futuro, a pesquisa detectou que muitos não se sentem preparados para investir. Somente 38% disseram que confiam na própria capacidade de identificar bons investimentos e 22% que desconhecem os tipos de aplicações com melhor taxa de retorno. Apenas metade (51%) da amostra sabe sempre, ou com frequência, o quanto precisa guardar todos os meses.

“Certas modalidades podem render muito mais, mas também estão sujeitas a variações e perdas mais significativas. Adequar o tipo de investimento à personalidade e à situação financeira de quem vai investir é essencial. Perfis mais avessos ao risco pedem modalidades mais conservadoras, enquanto consumidores mais ousados podem optar por investimentos mais voláteis e com maior possibilidade de retorno”, explicou a economista Marcela Kawauti.

Agência Brasil

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

PM morta durante assalto em Natal é velada em missa de corpo presente antes de embarcar para SC

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

missa pM SC

Foi celebrada na tarde desta quarta-feira (28) a missa de corpo presente da policial militar catarinense Caroline Pletsch, morta em assalto na Zona Norte de Natal na segunda-feira (26). O marido dela, o sargento PM Marcos Paulo da Cruz, também baleado no roubo, só soube da morte da esposa nesta quarta. Ele está internado no Hospital da Polícia Militar e teve um momento reservado, a sós, com ela antes da cerimônia começar.

A missa aconteceu na capela do hospital. Após a celebração, o corpo será levado para o Aeroporto Internacional Aluízio Alves, de onde embarca, na madrugada, com destino a Santa Catarina.

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Tribalistas anunciam turnê por nove capitais brasileiras

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O trio formado por Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown, resolveu botar os pés na estrada pela primeira vez. Após a quebra de um hiato de 15 anos, com o lançamento do álbum “Tribalistas” no ano passado, a banda vai percorrer nove capitais do país entre o fim de julho e o início de setembro na primeira turnê oficial do grupo.

Salvador — cidade natal de Brown e onde os três artistas se reuniram para compor as músicas do último trabalho — foi escolhida como o ponto de partida da excursão. O trio se apresenta, no dia 28 de julho, na Arena Fonte Nova.

Depois, o show segue para o Rio de Janeiro (3 e 4 de agosto, Marina da Glória), Recife (10 de agosto, Centro de Convenções), Fortaleza (11 de agosto, Centro de Formação Olímpica), São Paulo (18 de agosto, Allianz Parque), Porto Alegre (24 de agosto, Arena Beira Rio), Curitiba (25 de agosto, Pedreira Paulo Leminski), Brasília (1 de setembro, Arena Mané Garrincha) e, por fim, Belo Horizonte (7 de setembro, Esplanada do Mineirão).

Entre os dias 5 e 9 de abril será feita uma pré-venda exclusiva de lote promocional, com número limitado de ingressos, aberta a qualquer pessoa. Para ter acesso ao benefício, é necessário se cadastrar no endereço www.eventim.com.br/tribalistas até as 11h do dia 4 de abril.

A venda de ingressos para o público em geral começa no dia 10 de abril, às 11h, através do site www.eventim.com.br e nos pontos de venda oficiais da Eventim em cada cidade. O limite de compra é de até 04 ingressos por CPF.

Com informações de O Globo

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Temer lamenta ameaças a Fachin e ataque a tiros à caravana de Lula

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Em entrevista à Rádio Band News, de Vitória (ES), o presidente Michel Temer lamentou o relato do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, de que sua família vem sofrendo ameaças e os ataques a tiros à caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o presidente, as ameaças ao ministro do Supremo não podem ocorrer e os ataques a ônibus da caranava do ex-presidente criam “clima de instabilidade”.

Sobre o ataque a tiros a ônibus da caravana do ex-presidente Lula na noite de terça-feira (27), no Paraná, Temer disse que esse tipo de atitude é “uma pena” e cria um “clima de instabilidade no país”.

“É uma pena que tenha acontecido isso porque vai criando um clima de instabilidade no país, de falta de pacificação que e indispensável no presente momento. Prego isso a todo momento e lamento muito que tenha acontecido. Agora, devo dizer também que essa onda de violência não foi pregada, talvez, por aqueles que tomaram essa providência. Talvez tenha começado lá atrás. E a história do uns contra outros realmente cria essa dificuldade que gera atritos dessa natureza”, disse o presidente Temer.

Para Michel Temer, as ameaças que a família do ministro Fachin têm sofrido “não podem acontecer no país”.

Ontem (27), o Supremo informou que reforçou a segurança do ministro Fachin e de seus parentes. Em entrevista concedida ao canal GloboNews, Edson Fachin disse que sua família tem recebido ameaças. Ele, porém, não citou quais tipos de ameaças têm sofrido e como teriam ocorrido. O ministro é relator dos processos da Operação Lava Jato na Corte, entre outras ações. Também é relator do habeas corpus por meio do qual a defesa do ex-presidente Lula quer impedir a prisão dele após o fim dos recursos na segunda instância no processo do triplex de Guarujá (SP). O STF decidiu conceder uma liminar que impede a prisão de Lula até o dia 4 de abril, quando o tribunal retomará o julgamento da questão.

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Agora é Lei: Diário Oficial publica promulgação do Bairro Seguro e natalenses já podem bloquear ruas

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O Diário Oficial do Município publicou a promulgação da Lei 0531/2018, que institui o programa “Bairro Seguro” em Natal. Com isso, os moradores da cidade já podem procurar a Prefeitura para o bloqueio de suas vias com o objetivo de melhorar a segurança no local. O projeto é de iniciativa da vereadora Nina Souza (PEN).

Segundo publicado no Diário Oficial, a Prefeitura expedirá alvará com o objetivo de autorizar a instalação de equipamentos de sinalização e bloqueios em vias públicas na cidade, desde que sejam consideradas residenciais, ou seja, não sejam utilizadas pelo sistema viário principal ou pela rede de transporte público.

“A Câmara fez a sua parte no combate a esta verdadeira onda de violência que estamos vivendo. Ninguém está feliz com a atual situação de insegurança do nosso Estado, e nós temos que pensar no cidadão de bem, que está preso dentro de casa, com medo de sair na rua e ser assaltado. A população está acuada em casa enquanto os bandidos estão nas ruas. O natalense não pode mais ficar feito refém dentro de sua própria residência”, disse Nina Souza.

A Lei prevê ainda que as vias só poderão ser fechadas com a concordância de 85% dos moradores daquela localidade devidamente representados. Os interessados precisarão colocar a proposta em votação e escolherem um integrante para que atue junto a Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito Urbano (STTU).

Os cidadãos interessados em melhorar a segurança de suas vias precisarão apresentar projeto físico de edificação dos bloqueios, com a finalidade de impedir o tráfego de qualquer veículo ou limitar o tráfego de veículos pesados, especificando as dimensões e o tipo de material a ser utilizado, com a proibição de qualquer vedação ao livre acesso pelas vias principais por qualquer tipo de veículo ou pessoa.

Conforme o projeto, os custos dos equipamentos, da instalação e manutenção serão custeados pelos munícipes requerentes, cabendo a Prefeitura tão somente a fiscalização. Caso haja qualquer tipo de irregularidade na instalação, execução dos serviços e manutenção dos equipamentos, a Administração Pública Municipal notificará o representante escolhido pelo bairro ou o conselho comunitário, para que num prazo não superior a 60 dias tomem as providências necessárias.

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Trabalhadores em educação avaliam greve em assembleia no dia 02 de abril

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Os trabalhadores em educação da Rede Estadual de ensino, em greve desde o dia 22 de março, vão se reunir em assembleia da categoria para discutir sobre o movimento. A assembleia de greve acontece dia 02 de abril, a partir das 8h, em frente à Secretaria Estadual de Educação, no Centro Administrativo de Natal.

GREVE OBJETIVA CORREÇÃO DO PISO E MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO

A principal reivindicação dos profissionais da educação estadual é o pagamento da correção de 6,81% do Piso Salarial 2018, que até o momento não aconteceu. Além da correção do Piso, os trabalhadores também reivindicam melhorias nas condições de trabalho, o pagamento de direitos que vêm sendo negados há anos e o fim dos atrasos de salários dos servidores aposentados.

Com informações do Sinte-RN

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Polícia Civil realiza ação para prender criminoso que respondia por dois homicídios

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

William Tim TimPoliciais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) realizaram na tarde de ontem (27), diligências para encontrar o foragido da justiça Willes Moura de Azevedo, vulgo “Willian Tim Tim”. Willes é suspeito de praticar cinco homicídios na região do Oeste Potiguar, responde ao homicídio da pessoa conhecida por “Minor”, crime ocorrido na zona rural da cidade de Severiano Melo/RN no dia 14/10/2017, assim como a pessoa de Francisco Fabiano Bernardo, cujo processo tramita na Comarca de Apodi/RN. O suspeito também era foragido da justiça pelo crime de roubo duplamente qualificado. Após diligências investigativas, a polícia identificou o local onde ele estaria escondido, na Cidade de Extremoz/RN.

Após chegar no endereço, os policiais foram surpreendidos por disparos de arma de fogo efetuados por Willes, tendo recebido o revide necessário para cessar a injusta agressão. “Willian Tim Tim” foi ferido e levado para o hospital Santa Catarina, em Natal, onde veio a falecer. Na ação, foi apreendido um revólver calibre 38, com 4 munições deflagradas e duas picotadas, além de uma identidade em nome de Estefanio Moura de Azevedo (nome do irmão de Willes já falecido há décadas), documento que era usada por “Willian” para não ser capturado.

Logo depois ter praticado o penúltimo homicídio, “Willian Tim Tim” foi morar no Estado do Acre e em São Paulo. Depois voltou para a cidade de Rodolfo Fernandes/RN, onde matou Minor, fugindo em seguida para Extremoz/RN.

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Assessoria de Bolsonaro confirma que frase “quero te ver ministro da Cultura” ao ator Alexandre Frota foi brincadeira, não convite formal

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

 Foto: (Wilson Dias/ABr/Agência Brasil)

O deputado federal e pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) fez uma piada nas redes sociais: convidou, de brincadeira, o ex-ator pornô e apoiador Alexandre Frota para ser seu futuro ministro da Cultura.

“Se você quer me ver presidente um dia, eu quero te ver ministro da Cultura! Já imaginou, cara?” diz o deputado em um vídeo postado por Frota no Twitter:

A assessoria do deputado confirmou que se tratava de uma brincadeira, e não de um convite formal.

Frota, no entanto, tem declarado apoio a Bolsonaro em várias frentes, e chegou a fechar sua filiação ao PSL, partido que acabou de acolher o deputado para lança-lo como candidato à Presidência.

Ele também está presente aos atos do pré-candidato em Curitiba (PR), de onde tem postado vídeos de cima do palco, acompanhando Bolsonaro.

Exame

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Com novas marcas e acordo bilionário, Odebrecht ressurge pós-Lava Jato

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Até alguns anos atrás, a Odebrecht era uma empresa praticamente desconhecida do grande público. Isso até março de 2014, quando foi deflagrada a primeira fase da operação Lava Jato, que iria mudar a história da empresa e do Brasil.

A empresa precisou vender unidades, assinou acordos bilionários, teve o herdeiro e então presidente preso e até derrubou o presidente do Peru.

Agora, a companhia está empenhada em mostrar que mudou, com novas políticas e até novos nomes para as empresas do grupo.

A operação da Polícia Federal, iniciada em 2014 e que continua até hoje, investiga um esquema de corrupção envolvendo grandes empresas e contratos com a Petrobras. De acordo com a investigação, a Odebrecht estava profundamente envolvida no escândalo – havia inclusive um departamento inteiro na empresa destinado ao pagamento de propina a políticos e funcionários da estatal.

Um ano depois do início das investigações, o então presidente do grupo, Marcelo Odebrecht, foi preso e, em março de 2016, condenado a mais de 19 anos de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Primeiras ações

Foi então que a companhia começou a mudar seu posicionamento. Em dezembro de 2016, assinou o acordo de leniência com os procuradores da Lava Jato. Na época, foi o acordo do tipo mais caro da história, ultrapassado mais tarde pelo firmado pela JBS.

Agora, em março de 2018, o acordo de leniência foi reconhecido pela Controladoria-Geral da União e a Advocacia Geral da União. No documento, a Odebrecht admite irregularidades cometidas em contratos feitos com a União e se compromete a devolver cerca de 3,8 bilhões de reais aos cofres públicos em 20 anos.

Os 77 executivos do grupo envolvidos no escândalo também assinaram, em 2016, acordos de delação premiada, como o herdeiro e ex-presidente Marcelo Odebrecht. Desses, 51 foram desligados, e os outros 26 continuam na companhia, mas sem exercer cargos executivos ou participar de decisões.

A empresa negociou acordos com o Ministério Público Federal e autoridades de diversos países, como Estados Unidos e Suíça. Ela publicou, ainda em dezembro de 2016, um pedido oficial de desculpas, em que “reconhece que participou de práticas impróprias em sua atividade empresarial”. “A Odebrecht aprendeu várias lições com os seus erros. E está evoluindo”, escreve ela.

Depois do pronunciamento, a corporação anunciou diversas mudanças em sua estrutura, seja ao vender ativos, criar políticas de conformidade, mudar sua política de recursos humanos e até mesmo mudar completamente o nome de algumas empresas do grupo.

O processo de recuperação da crise de imagem é longo e passa por diversas fases, diz Francine Altheman, professora de gerenciamento de crise do curso de jornalismo na ESPM. “A primeira fase foi quando a Odebrecht veio a público e pediu desculpas”, afirma a professora.

Conformidade

“Quando a empresa fechou o acordo de delação e leniência, começou um grande processo de revisão de sua estrutura empresarial e de seus sistemas de conformidade“, explica Marcos Lessa, diretor de marketing da holding Odebrecht S.A.

Uma das mudanças foi no âmbito do conselho de administração da companhia. Antes, a holding Odebrecht S.A. tinha papel mais ativo na operação diária das subsidiárias. Agora, “a atuação da holding passou a ser restrita ao conselho, em uma postura de arquiteta estratégica e sem intervenção direta”, afirma Lessa.

Outra mudança foi a adoção da obrigatoriedade de pelo menos 20% de conselheiros independentes, sem ligação com a companhia.

Desde fevereiro de 2017, a companhia é monitorada internamente por cerca de 20 membros do Ministério Público e do Departamento de Justiça dos Estados Unidos. Eles investigarão, por três anos, os contratos, balanços, pagamentos a fornecedores, documentos e têm carta branca para entrar em qualquer lugar da companhia.

Além do monitoramento pelo governo, a Odebrecht aumentou sua equipe dedicada a conformidade. Em julho de 2017 eram 63 funcionários, enquanto em 2015 eram 30. O orçamento para essa equipe é de 64,8 milhões de reais, contra 11,3 milhões de reais em 2015, um aumento de mais de 80%.

Mudança de nome

Antes do escândalo, a Odebrecht não era uma empresa conhecida pelo grande público. As empresas da holding, de construção e óleo e gás, lidavam basicamente com outras empresas, sem contato com a população.

A primeira vez que muitos ouviram o nome da companhia foi no contexto das investigações. Isso trouxe um problema para a companhia, que ficou ligada apenas à corrupção.

Uma das estratégias usadas para mudar esse cenário é a mudança do nome das subsidiárias. Das sete empresas que ficaram no grupo, quatro já alteraram seu nome ou logo. Nos últimos meses, a Odebrecht Realizações Imobiliárias passou a se chamar OR e mudou o logo; a Braskem retirou o vermelho do seu logo, que hoje é azul e amarelo; a Odebrecht Agroindustrial virou Atvos; e a Odebrecht Óleo e Gás agora se chama Ocyan.

Essa é uma opção simples, diz o professor Sérgio Lazzarini, professor de estratégia empresarial do Insper. “Para o público, acaba sendo uma empresa nova. Quem lê bastante e se informa ainda sabe que é a mesma empresa, mas logo esquece”, afirmou.

De acordo com Francine Altheman, da ESPM, “a Odebrecht tinha uma história antes da crise, mas ela não foi contada”. Quando uma empresa é conhecida positivamente pelo público, ela tem menos impacto em sua imagem em uma crise, explica a professora.

A mudança dos nomes das marcas, acredita, é principalmente voltada ao grande público, para mudar a imagem que as pessoas têm da companhia. “Em relação às outras empresas, não dá para enganá-las mudando os nomes dos negócios. Mas, como elas já conheciam a Odebrecht antes dos escândalos, continuam fazendo negócios com ela”, afirma Altheman.

O diretor de marketing da Odebrecht S.A. reforça que cada companhia teve autonomia para fazer ou não a própria mudança e que não há discussões para mudar o nome da holding.

Algumas marcas ainda foram vendidas, para gerar caixa para a empresa. Nos últimos anos, a companhia vendeu divisões de negócios e participações em projetos, como a Odebrecht Ambiental, arrematada por 2,5 bilhões de reais; a Embraport, que foi comprada pela DP World; o Complexo Eólico Corredor do Senandes; e a sua participação na concessionária RIOgaleão, responsável pelo Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, que pertencia à Odebrecht Transport.

A companhia também reestruturou as dívidas de algumas de suas subsidiárias, como a Odebrecht Óleo e Gás.

Política de pessoas

A mudança na política de pessoas é a mais recente. A primeira grande diferença entre a política nova e a antiga é o tamanho dos documentos.

Grande parte da política era – e ainda é – baseada em um livro escrito pelo engenheiro civil Norberto Odebrecht, fundador da empresa, dividido em três volumes de 200 páginas, em média, cada.

O livro, cujo título é “Sobreviver, Crescer e Perpetuar”, contém a Tecnologia Empresarial Odebrecht (TEO). “Mas o livro não é lido com tanta frequência. Além disso, a política anterior era muito longa, com um nível de detalhe que não era convidativo à leitura”, afirmou Daniel Vilar, vice-presidente de pessoas e organização da Odebrecht S.A.

Para que as pessoas lessem os documentos com mais frequência, a nova versão é bem mais resumida. Ao invés de 23 pontos, agora são apenas oito, em 19 páginas.

A empresa também se esforça para passar o conteúdo dessas políticas de maneira mais simples, por meio de vídeos ou por treinamentos internos. O primeiro treinamento foi sobre conformidade, diz o diretor. Para garantir que a política será seguida, o diretor diz que há mecanismos e processos internos, mas não dá mais detalhes.

No entanto, Vilar garante que não foram as políticas anteriores que levaram a atos de corrupção dentro da empresa. “Os erros do passado não têm nada a ver com a falta de cultura. O que aconteceu é que a empresa fez escolhas erradas”.

Com as diversas mudanças que realizou em sua estrutura nos últimos anos, a empresa quer convencer de que não optará mais por este caminho.

Exame

 

Powered by WPeMatico

quarta-feira

28

março 2018

0

COMENTÁRIOS

Grupo de elite da Polícia vai apurar tiros contra caravana de Lula

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Autobuses de la caravana de Lula reciben tres disparos – Cuenta de Twitter + varios/AFP

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp) informou que deslocou para Laranjeiras do Sul duas equipes do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), grupo de elite da Polícia Civil do Estado, para reforçar as investigações sobre os tiros disparados contra veículos da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Dois ônibus que transportavam parte da equipe do petista foram atingidos por armas de fogo na noite desta terça-feira, 27. Um dos veículos era ocupado por jornalistas de blogs e sites independentes, que fazem a comunicação da caravana de Lula pela região Sul do País, e repórteres estrangeiros. Ao menos um alemão e um argentino estavam a bordo.

De acordo com a Secretaria de Segurança, um inquérito policial já foi aberto para apurar o caso e o laudo pericial do ônibus deve ficar pronto nos próximos dias.

A Sesp afirmou que não houve nenhum pedido formal de escolta para a caravana ou para o ex-presidente e que sequer tem conhecimento do “paradeiro” de Lula. A pasta reafirmou que a Polícia Militar do Estado reforçou o policiamento nos locais indicados pela caravana, mas ressaltou também que parte do cronograma que fora informado previamente às autoridades paranaenses foi alterado durante a passagem de Lula.

Após o incidente desta terça, petistas acusaram as autoridades da área de segurança, tanto federais como estaduais, de omissão em relação aos atos de violência contra a caravana registrados ao longo destes oito dias.

O deputado federal Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara, disse ter telefonado para o ministro da defesa, Raul Jungmann, para cobrar providências. Segundo ele, Jungmann foi alertado desde o inicio da caravana, dos primeiros episódios de violência, sobre os riscos, assim como as autoridades dos três Estados por onde a caravana passou.

O ministro classificou como “inaceitável” o episódio no Paraná e afirmou que a Polícia Federal não irá investigar o caso dos tiros porque o crime não foi federal e cabe às autoridades estaduais atuar.

Nesta quarta-feira, 28, haverá ato programado em Curitiba, que marcará o encerramento da caravana. O deputado federal e presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) também passará pela capital paranaense.

Isto É com Estadão

Powered by WPeMatico