Diário: 17/02/2019

domingo

17

fevereiro 2019

0

COMENTÁRIOS

Ano letivo na rede municipal de ensino começa nesta segunda-feira em Caicó

Por , Em Sem categoria

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Nesta segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019, inicia-se mais um ano letivo no município de Caicó. A Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes dá as boas – vindas aos alunos, professores, funcionários, pais e toda a equipe que compõe a Educação de Caicó.

“Assumimos o compromisso de tornar a Educação do nosso município cada vez melhor, e contamos com a participação de todos: gestores, professores, funcionários, equipe pedagógica, acreditando que juntos alcançaremos nossos objetivos”. A todos um bom ano letivo”, diz a secretária municipal de Educação, Cultura e Esportes, Lucineide de Araújo.

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

domingo

17

fevereiro 2019

0

COMENTÁRIOS

União pagou R$ 565 milhões em dívidas atrasadas de estados em janeiro

Por , Em Sem categoria

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O Tesouro Nacional pagou, em janeiro, R$ 565,05 milhões em dívidas atrasadas de estados. Desse total, a maior parte, R$ 459,3 milhões, é relativa a atrasos de pagamento de Minas Gerais. Também foram pagos R$ 105,75 milhões do estado do Rio de Janeiro.

Os dados estão no Relatório de Garantias Honradas pela União em Operações de Crédito, divulgado hoje (15) pela Secretaria do Tesouro Nacional. As garantias são executadas pelo governo federal quando um estado ou município fique inadimplente em alguma operação de crédito. Nesse caso, o Tesouro cobre o calote, mas retém repasses da União para o ente devedor até quitar a diferença, cobrando multa e juros.

Em 2018, a União já quitou R$ 4,803 bilhões de dívidas em atrasos de entes subnacionais. Desse total, R$ 4.027,9 bilhões couberam ao estado do Rio; R$ 553,15 milhões a Minas Gerais; R$ 123,95 milhões ao Piauí; R$ 64 milhões a Roraima e R$ 33,59 milhões a Goiás. Nenhum município teve garantias cobertas pelo Tesouro no ano passado.

Em 2016 e 2017, o Tesouro pagou, respectivamente, R$ 2,377 bilhões e R$ 4,059 bilhões em dívidas de estados e municípios.

As garantias honradas pelo Tesouro são descontadas dos repasses da União aos entes federados – como receitas dos fundos de participação, Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), dentre outros. Sobre as obrigações em atraso incidem juros, mora e outros custos operacionais referentes ao período entre o vencimento da dívida e a efetiva honra dos valores pela União.

Nos últimos dois anos, no entanto, decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) impediram a execução das contragarantias de vários estados em dificuldade financeira. Com a adesão do estado do Rio de Janeiro ao pacote de recuperação fiscal, no fim de 2017, o estado pode contratar novas operações de crédito com garantia da União, mesmo estando inadimplente.

Sem ter aderido ao programa de recuperação fiscal, o estado de Minas Gerais está impedido de contrair financiamentos com garantias pelo Tesouro até 7 de janeiro de 2020; Goiás até 11 de setembro deste ano; Piauí até 13 de setembro de 2019; e Roraima até 12 de dezembro. A prefeitura de Natal (RN), que não pagou dívidas com a União em 2017, não poderá pegar empréstimos garantidos pelo Tesouro até 28 de dezembro de 2019.

Agência Brasil

Powered by WPeMatico

domingo

17

fevereiro 2019

0

COMENTÁRIOS

Projeto de lei Anticrime será apresentado na terça-feira ao Congresso

Por , Em Sem categoria

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O projeto propõe mudanças em vários pontos da legislação a fim de endurecer o combate a crimes violentos, como o homicídio e o latrocínio, e também contra a corrupção e as organizações criminosas. “Para isso [implementação da lei], precisamos ter um tribunal mais efetivo. Um tribunal que não leve dez, 20 anos, para condenar alguém que cometa um homicídio, por exemplo”, afirmou Moro.

O ministro disse que um dos objetivos do projeto de lei é tirar das ruas os criminosos reincidentes ou comprovadamente membros de facções criminosas.

“Não estamos querendo que o autor de pequenos crimes, mesmo que reincidente, permaneça na prisão. Não se trata de endurecer as penas para os ladrões de maçã ou de chocolate, mesmo que reincidentes. Estamos falando de crimes violentos e de criminosos perigosos”, disse o ministro, pouco antes de reconhecer a baixa resolução de crimes.

Quanto ao crime organizado, Moro defendeu que as lideranças das facções, quando presos e condenados, cumpram a pena inicialmente em regime fechado, em isolamento. “A estratégia exitosa em relação à criminalidade organizada passa pelo isolamento de suas lideranças”, disse.

O ministro voltou a justificar a iniciativa do governo federal de endurecer a lei contra o crime argumentando que a corrupção, o crime organizado e o crime violento são os maiores problemas do país em termos se segurança pública, já que estão inter-relacionados.

Edição: Aécio Amado – Agência Brasil 

Powered by WPeMatico

logo-radioserido3-1

domingo

17

fevereiro 2019

0

COMENTÁRIOS

Caicó recebe novo grupo de Venezuelanos nas Aldeias SOS

Por , Em Notícias

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O Rio Grande do Norte recebeu neste sábado (12) um grupo de 12 venezuelanos inscritos no programa de interiorização dos imigrantes que estão solicitando refúgio país. As três famílias, compostas por cinco adultos e sete crianças, fazem parte da terceira leva que chega ao estado. Os primeiros participantes do programa desembarcaram em outubro do ano passado no estado. Eles foram acolhidos em Caicó, na região Seridó potiguar.

O novo grupo chegou a Natal em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) por volta das 10h20 e foi levado a Caicó pelas equipes do 1º Batalhão de Engenharia de Construção do Exército, chegando ao município por volta das 15h30, sendo acolhidos no abrigo da organização humanitária internacional ‘Aldeias Infantis SOS’, que faz parte do programa.

De acordo com Francisco Santiago Júnior, coordenador do abrigo e gestor do programa no estado, o grupo entrou em vagas abertas pela saída de outros venezuelanos, que já alcançaram autonomia, através do trabalho, e conseguiram deixar o abrigo.

“À medida que aqueles que chegaram antes vão encontrando uma condição de autonomia, de oportunidades de interiorização, eles são desligados do programa, vão dar seguimento à sua vida e novos grupos virão”, diz.

De acordo com ele, as 60 vagas do abrigo estão ocupadas. Desde a chegada do primeiro grupo, um total de 32 pessoas já foram desligadas do programa. São venezuelanos que passaram por cursos, se qualificaram, aprenderam novas profissões e conseguiram emprego e autonomia para deixar o abrigo, segundo Santiago.

O primeiro grupo com 60 venezuelanos chegou em outubro de 2018. O segundo grupo, formado pela mesma quantidade de pessoas e famílias que este terceiro desembarcou em dezembro no estado.

domingo

17

fevereiro 2019

0

COMENTÁRIOS

Prefeitura de Jardim de Piranhas – RN divulga dois Processos Seletivos

Por , Em Sem categoria

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Dois Processos Seletivos foram anunciados na Prefeitura de Jardim de Piranhas, no Estado do Rio Grande do Norte.

O edital nº 08/2019, vai contratar um Enfermeiro ESF, que deve ter formação superior, para atuar em jornada de 40h semanais, com salário que chega a R$ 2.600,00.

Enquanto a seleção nº 09/2019 tem uma vaga para Fiscal de Disciplina de nível médio, o qual também atuará em jornada de 40h semanais, com salário de R$ 998,00.

As inscrições são recebidas nos dias 21 e 22 de fevereiro de 2019, no horário compreendido entre as 8h até 12h, tendo como local a sede Prefeitura Municipal de Jardim de Piranhas, situada na Avenida Governador Dix-Sept Rosado, nº 144, Centro.

Para classificar os candidatos haverá Análise Curricular e de Experiência Profissional.

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

domingo

17

fevereiro 2019

0

COMENTÁRIOS

Chuva de 170 mm transborda Canal do Estreito, inunda ruas e invade casas em Sousa

Por , Em Sem categoria

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Uma forte chuva iniciada por volta das 2h30 causou transtornos na madrugada deste sábado (16) na cidade de Sousa, Sertão da Paraíba. Segundo dados do DNOCS e da EMPAER, a precipitação pluviométrica foi de 170,4 milímetros.

Depois de muitos anos, o Canal do Estreito, que corta a cidade, transbordou. A água também inundou ruas e invadiu casas em vários bairros.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os locais mais afetados foram o Jardim Sorrilândia III e o Raquel Gadelha. Os militares também receberam um chamado dando conta que um muro do SESI desabou.

Veja mais fotos:

Blog do Levi

banner_seridopneus-770

domingo

17

fevereiro 2019

0

COMENTÁRIOS

Em meio à crise do governo com Bebianno, Onyx se reúne com Bolsonaro no Palácio do Alvorada

Por , Em Sem categoria

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, se encontrou com o presidente Jair Bolsonaro na residência oficial do Palácio da Alvorada no fim da manhã deste sábado (16). O encontro ocorreu em meio à crise envolvendo o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno.

Onyx ficou cerca de uma hora com o presidente. Ele chegou ao Alvorado dirigindo o próprio carro e, de vidros fechados, não quis falar com a imprensa nem na chegada nem na saída.

A situação de Bebianno dentro do governo se desgastou nesta semana, principalmente depois que ele foi desmentido em uma rede social por um dos filhos do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro. A postagem foi compartilhada por Jair Bolsonaro.

A crise com Bebianno começou após o jornal “Folha de S.Paulo” ter publicado reportagens sobre suspeitas de candidatos “laranjas” do PSL nas eleições do ano passado. O partido era presidido pelo agora ministro.

Nos últimos dias, a permanência do ministro no cargo começou a ser colocada em dúvida. Em uma entrevista à TV Record, Bolsonaro afirmou que, se Bebianno estiver envolvido em irregularidades, não terá outro “destino” a não ser “voltar às ruas origens”.

Interolcutores da Presidência dão como certa a demissão do ministro e dizem que a situação dele é “insustentável”. No entanto, há um grupo dentro do governo que acha que ainda pode haver uma reconciliação entre Bolsonaro e Bebianno.

À “Folha de S.Paulo”, também neste sábado, Bebianno disse que a “tendência” é ele ser exonerado.

Mais cedo, na madrugada, o ministro postou em sua rede social uma citação de um escritor sobre lealdade. “O desleal, coitado, viverá sempre esperando o mundo desabar na sua cabeça”, diz parte do texto. Outa trecho afirma: “E repare: quando perdemos por ser leal, mantemos viva a honra. Saímos de qualquer lugar com a cabeça erguida ao carregar no coração a lealdade”.

Conversas

Ao longo da sexta-feira, integrantes do governo tentaram debelar a crise e manter Bebianno na equipe.

Bolsonaro chegou a participar de uma reunião na sexta no Palácio do Planalto com ministros e o próprio Bebianno.

Estavam também o vice-presidente, Hamilton Mourão, Onyx Lorenzoni, e o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno. Eles fizeram um apelo para encerrar a crise, mas o clima estava tenso.

Depois houve um encontro reservado entre o o presidente e Bebianno. Mas Bolsonaro apontou o ministro como o responsável por vazamentos de informações do governo para a imprensa e o clima entre eles continuou pesado.

G1

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

domingo

17

fevereiro 2019

0

COMENTÁRIOS

Marinha prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Por , Em Sem categoria

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

“A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz”, informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criado em 1982 para desenvolver pesquisas em áreas como oceanografia, biologia, glaciologia e meteorologia.

A nova estação ficará no mesmo local da estrutura antiga, instalada em 1984 na Península Keller, na Ilha Rei George. A primeira base abrigou pesquisadores até fevereiro 2012. Um incêndio onde ficavam os geradores de energia do complexo destruiu quase toda a estrutura e provocou a morte de dois militares.

Apesar do incêndio, as pesquisas brasileiras não pararam. Na Ilha Rei George, os trabalhos foram desenvolvidos em uma estação provisória, montada ao lado da base consumida pelo fogo. Os “módulos emergenciais” são usados enquanto os pesquisadores aguardam o final da reconstrução.

A nova estação

A nova Estação Antártica Comandante Ferraz terá 4,5 mil m², poderá acomodar até 64 pessoas e terá 17 laboratórios, além de alojamentos e espaços de convivência e de lazer.

Construído em um local inóspito, o complexo terá condições de suportar temperaturas negativas, nevascas e ventos de até 200 quilômetros por hora. A estrutura ainda terá sistemas de detecção, alarme e combate a incêndios.

Os preparativos para reconstruir a estação tiveram início ainda em 2012, com a retirada dos escombros da antiga base. Após, a Marinha lançou um edital para obra do novo complexo, concluído em 2014 sem propostas.

Uma nova licitação foi aberta e, em 2015, foi confirmada a empresa chinesa Ceiec para executar o empreendimento.

Como só é possível trabalhar na Ilha Rei George durante o verão antártico (outubro a março), a empresa executou a obra em módulos. A Ceiec preparou os módulos na China, no período de inverno, e transportou e montou as estruturas no verão.

Obras civis

Segundo a Marinha, a reconstrução segue o cronograma do verão 2018-2019, que prevê a conclusão das obras civis e a instalação do maquinário e mobiliário.

A Ceiec, de acordo com a Marinha, concluiu até o momento as seguintes fases da obra:

  • Fundações e montagem da estrutura
  • Montagem dos módulos tipo contêiner
  • Conclusão da estrutura que envolve a estação

Atualmente, 268 funcionários contratados pela empresa chinesa trabalham na reconstrução da estação, junto com equipe de engenheiros e fiscais da Marinha e do Ministério do Meio Ambiente.

No momento, a Ceiec realiza serviços de acabamento interno do complexo, instalação de equipamentos e móveis. Para março está prevista a inauguração da infraestrutura de telecomunicações.

Nos trabalhos neste verão, a empresa utiliza guindastes, caminhões e máquinas para movimentação de materiais, além do Navio Mercante Magnólia, contratado pela própria Ceiec.

Os navios Ary Rongel e Almirante Maximiano, ambos da Marinha, dão apoio logístico à estação e aos projetos de pesquisa na região.

G1

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

domingo

17

fevereiro 2019

0

COMENTÁRIOS

Acusado de abuso, ex-cardeal dos EUA é expulso do sacerdócio pelo Vaticano

Por , Em Sem categoria

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

A Congregação para a Doutrina da Fé expulsou do sacerdócio o ex-cardeal e arcebispo emérito de Washington, Theodore McCarrick, de 88 anos, após ser acusado de abusos sexuais a menores e seminaristas, informou neste sábado (16) a assessoria de imprensa da Santa Sé, através de um comunicado.

Esta é a primeira vez na história da Igreja Católica que um cardeal perde seu título por motivos de abusos sexuais.

A decisão acontece depois da investigação sobre o caso ordenada pelo papa Francisco e poucos dias antes de o Vaticano realizar uma cúpula histórica contra os abusos a menores por parte de religiosos convocada para a próxima semana.

Os grandes escândalos que foram revelados nos Estados Unidos, no Chile e na Alemanha mancharam a credibilidade da Igreja Católica.

O papa Francisco, que quer aplicar sua promessa de “tolerância zero”, prometeu nestes últimos meses que seria intransigente com a alta hierarquia eclesiástica.

O pontífice já tinha removido McCarrick do Colégio dos Cardeais e também ordenou que permanecesse afastado das suas funções e recluso até que acusações de abuso sexual contra ele fossem esclarecidas em um julgamento canônico.

A Congregação para a Doutrina da Fé considera McCarrick culpado pelo abusos a menores e adultos com o agravante de abusos de poder e por isso impôs a pena de redução ao estado laical, diz o comunicado oficial.

“O Santo Padre reconheceu a natureza definitiva, em conformidade com a lei, desta decisão, que torna o caso resolvido, isto é, não sujeito a uma nova apelação”, acrescenta.

A redução ao estado laical prevê que os sacramentos não podem ser administrados, vestir-se como um sacerdote e qualquer tipo de salário é suspenso.

Com sua exclusão oficial da Igreja, o homem, recluso atualmente no estado do Kansas, nos Estados Unidos, simplesmente se torna Theodore McCarrick.

McCarrick, arcebispo de Washington de 2000 a 2006, foi acusado de abusar sexualmente de menores e de se comportar mal com jovens sacerdotes. Ele foi ordenado cardeal por João Paulo II e participou do conclave de abril de 2005 onde foi eleito o papa Bento XVI.

Em julho do ano passado, um homem quebrou seu silêncio depois de 40 anos e revelou ao jornal americano “The New York Times” que o ex-cardeal tinha abusado dele quando era menor de idade, uma situação que tinha supostamente tinha durado por duas décadas.

No mesmo mês, o papa Francisco aceitou o pedido de renúncia de Theodore McCarrick. Em junho, após as acusações de assédio sexual, o Vaticano já havia pedido a McCarrick que não exercesse mais publicamente o seu ministério.

Na época, McCarrick disse não ter lembranças do suposto abuso do menor, mas não comentou relatos divulgados pela imprensa de que forçaria homens adultos a estudarem para o sacerdócio a dormir com ele em uma casa de praia em Nova Jersey.

McCarrick disse aceitar a decisão do Vaticano “em obediência”. “Mesmo não tendo antecedentes de abusos, e crendo na minha inocência, estou desolado pelo sofrimento duradouro da pessoa que fez as acusações e pelo escândalo que causaram”, afirmou ele em carta. O episódio de abuso teria acontecido há mais de 45 anos.

O caso abalou a hierarquia da Igreja Católica americana, pouco antes da publicação de um relatório devastador sobre os abusos maciços cometidos na Pensilvânia.

Em 2015, o papa Francisco aceitou a renúncia do monsenhor Keith O’Brien a todos os direitos do cardeal, após ter demitido dois anos antes como arcebispo de Edimburgo quando foi acusado de “atos inapropriados” com jovens padres. O prelado, no entanto, manteve o título do cardeal até a sua morte, em março de 2018.

A perda da púrpura por parte de um cardeal teve um único precedente na história da Igreja Católica, em setembro de 1927, e não teve relação com abusos sexuais: o cardeal Louis Billot havia apoiado o movimento antifascista e antissemita “Action Française”, condenado por Pio XI, e após ser recebido pelo papa, deixou seu cargo.

G1

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

domingo

17

fevereiro 2019

0

COMENTÁRIOS

Lula fica em Curitiba até STF decidir sobre pena após 2º grau

Por , Em Sem categoria

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Alvo de pressões políticas, a decisão sobre a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da cela especial montada na sede da Polícia Federal em Curitiba só sai após decisão do Supremo Tribunal Federal, marcada para abril, sobre a execução da pena após condenação em segunda instância.

Apesar disso, autoridades envolvidas no caso já especulam sobre os possíveis destinos do ex-presidente. Uma das possibilidades é a federalização de uma área em um presídio estadual. Outra possibilidade é a remoção de Lula para uma sala de Estado-Maior em uma unidade militar, em São Paulo, próximo de seu domicílio, ou em Curitiba, no quartel do Exército, localizado no bairro Pinheirinho, área central da cidade.

A transferência de Lula voltou ao debate político nos últimos dias, após a segunda condenação do ex-presidente na Operação Lava Jato, no caso do sítio de Atibaia (SP). Políticos da bancada anti-PT e aliados do governo Jair Bolsonaro (PSL) cobraram a remoção do petista, após a juíza Gabriela Hardt decretar mais 12 anos e 10 meses de prisão à sua pena que era de 12 anos e 1 mês.

Nos dias que precederam a condenação circulou uma mensagem nos grupos de WhatsApp do PT dizendo que já havia uma cela reservada para o ex-presidente na Complexo Médico Penal de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

Isso fez acender a luz de alerta no partido. Em Pinhais, Lula seria submetido a um regime de preso comum, conviveria com outros detentos, não teria direito a visitas privadas, algo que não está previsto nas hipóteses estudadas até aqui.

Vários fatores além do julgamento no STF influirão nessa decisão, segundo apurou o jornal O Estado de S. Paulo. A confirmação ou não da nova sentença pela segunda instância da Lava Jato, a identificação de um local com condições de segurança e estrutura para o regime especial que o petista tem direito e a vontade do próprio condenado devem ser considerados.

Aliados de Lula se recusam a comentar a possibilidade de transferência. “A única hipótese que avaliamos é a de Lula sair de Curitiba e voltar para casa, livre”, disse o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto.

O ex-presidente já disse a mais de um visitante que não gostaria de sair da PF em Curitiba. Sua defesa já se manifestou em 2018 sobre o assunto: não quer sair de sua cela especial na PF. Mas, se tiver de ser removido, que seja para uma sala de Estado-Maior em unidade das Forças Armadas em São Paulo, perto de sua residência. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Powered by WPeMatico

domingo

17

fevereiro 2019

0

COMENTÁRIOS

Empreendedores potiguares ganham destaque na 12ª Campus Party BR

Por , Em Sem categoria

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Advogado trabalhista, empreendedor e presidente da Comissão de Startup, Inovação e empreendedorismo da OAB/RN, Cássio Leandro, foi um dos palestrantes durante importante evento de tecnologia do país

A Jerimun Vallery, comunidade de empreendedores, apresentou as startups inovadoras do Rio Grande do Norte durante a 12ª edição da Campus Party Brasil, realizada entre os dias 12 e 17 de fevereiro, no Expo Centro, em São Paulo. O grupo foi fundado em 2012, quando empresários potiguares perceberam que faltava aos empreendedores do Estado uma comunidade e uma plataforma em que pudessem trocar experiências e até mesmo atrair investidores.

Assim, com o objetivo de dar visibilidade à inovação que também é desenvolvida no RN, o Jerimum Valley iniciou com aproximadamente dez startups e hoje conta com mais de cem e cerca de 500 membros. Desses, 30 foram representar o grupo em São Paulo.

Dentre os empreendedores está o advogado trabalhista, empreendedor e Presidente da Comissão de Startup, Inovação e empreendedorismo da OAB/RN, Cássio Leandro, que também é diretor executivo da escola de programação e robótica potiguar, Roboeduc. Como palestrante Cássio Leandro abordou o tema “Como empreender na crise”, levando o exemplo de sucesso da empresa que comanda em solo potiguar.

Durante a crise econômica que o Brasil vive pós 2015, o empreendedor precisou criar formas de rentabilizar o negócio sem perder o foco da empresa. “A Roboeduc estava consolidada. Porém, com a crise, o setor educacional também foi atingido e isso afetou a empresa. Mas, com criatividade, desenvolvemos o Roboeduc Inbox e conseguimos, sem mudar a direção do que fazemos de melhor, mostrar nossa metodologia para todo Brasil”, explicou.

O produto criado na Roboeduc é o primeiro sistema de Educação a Distância (EaD) que trabalha a robótica educacional no país. Desenvolvido em Natal e com excelente aceitação de mercado, hoje, o Roboeduc Inbox já chegou em 14 estados brasileiros e o Distrito Federal (DF).

Além disso, Cássio Leandro também apresentou outras inovações, como Faceponto, uma Lawtech, ou seja, um empreendimento que envolve direito e tecnologia. O aplicativo foi desenvolvido em Natal e já é aplicado em diversos estados brasileiros.

“Dentro do Grupo Roboeduc criamos a Faceponto, uma LawTech que comercializa um aplicativo de gestão de jornadas de trabalho. Durante a Campus Party Brasil, mostramos como o desenvolvimento desse e de outros projetos obtiveram crescimento pelo país”, comentou Cássio Leandro.

Assessoria de Imprensa:

Powered by WPeMatico

domingo

17

fevereiro 2019

0

COMENTÁRIOS

João Maia e ministra da Agricultura visitam empresa Potiporã em Pendências

Por , Em Sem categoria

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Neste sábado (16), o deputado federal João Maia acompanhou a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, em visita a empresa Potiporã, considerada a maior produtora de camarões do país e localizada em Pendências/RN.

Atualmente a Potiporã emprega mais de 1.000 funcionários e tem um projeto de ampliação para gerar mais 300 empregos em 2019, mas está dependendo da liberação do Ministério da Agricultura. Durante a visita, a ministra ressaltou que a Potiporã é um exemplo de um Brasil que produz, gera emprego, renda, dignidade, paga impostos, e a burocracia muitas vezes atrapalha. Tereza Cristina se comprometeu em mudar essa realidade.

 “A Potiporã é uma empresa que produz desde as larvas até o beneficiamento do camarão. É uma empresa que combina tecnologia de ponta sem deixar de oferecer um grande número de empregos”, disse.

Também estavam presentes os deputados federais General Girão e Beto Rosado, os prefeitos de Pendências e Messias Targino, Flaudivan Cabral e Shirley Targino, o secretário de Agricultura, Guilherme Saldanha, o presidente do Banco do Nordeste, o presidente da Embrapa e presidentes das associações de criadores de camarão do RN e estados do Nordeste.

Powered by WPeMatico

domingo

17

fevereiro 2019

0

COMENTÁRIOS

Senadora Zenaide visita áreas de fruticultura em Mossoró e participa de encontro com Ministra da Agricultura

Por , Em Sem categoria

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

A senadora Zenaide Maia cumpriu agenda em Mossoró, nesta quinta-feira (15), acompanhada da governadora Fátima Bezerra e sua comitiva. A programação contou com visitas em fazendas produtoras de frutas, reunião com reitores da UERN e UFERSA, além de encontro e jantar com a ministra da Agricultura Teresa Cristina Correia.

A programação teve início com a visitação na Agrícola Famosa, onde a comitiva almoçou com o fruticultor, Luiz Roberto Barcelos, diretor-presidente do Coex.  Em seguida, a convite da diretoria da Coopy Frutas (Cooperativa dos Fruticultores da Bacia Potiguar), todos visitaram as instalações da empresa, conversaram com funcionários e empresários.

A área produtiva das fazendas Norfruit, Dinamarca, Fruta Vida, Agrícola Bom Jesus e Agrícola Jardim, cujos proprietários são antigos funcionários da extinta Fazenda Maísa, totaliza 1.700 hectares e representa 10% da produção de melões e melancias de Mossoró. Tanto a produção quanto o beneficiamento seguem normas internacionais de certificação, e as frutas passam por rigorosa análise de resíduos tóxicos.

A cooperativa integra o Coex (Comitê Executivo da Fruticultura do RN), e gera 1.700 empregos formais, além de compor uma grande cadeia produtiva que gera vagas no mercado de trabalho, de forma indireta.

Para finalizar a agenda da tarde, a senadora participou de reunião com reitores da UERN, Pedro Fernandes, e da UFERSA, José Arimatea Matos.  Presentes, a senadora Zenaide Maia, a deputada estadual Isolda Dantas e o secretário do Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado.

No início da noite, Zenaide Maia participou do Seminário com a ministra da Agricultura, Teresa Cristina Corrêa, na sede da Agrícola Famosa

Powered by WPeMatico