sábado

2

maio 2020

0

COMENTÁRIOS

Após Moro apontar tentativa de intimidação, PGR diz que tem dever de apurar eventuais ilícitos

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

PGRApós o ex-ministro da Justiça Sergio Moro dizer em entrevista à revista “Veja” que viu ação “intimidatória” da Procuradoria-Geral da República (PGR) no pedido de inquérito para investigar denúncias dele contra o presidente Jair Bolsonaro, o órgão afirmou, em nota, que tem o dever de averiguar todos os fatos e versões.

No pedido, enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), o procurador-geral Augusto Aras citou que deveriam ser investigadas as condutas de Bolsonaro e também a fala do ex-ministro. Moro, ao se demitir, afirmou que Bolsonaro tenta interferir politicamente na Polícia Federal.

“Entendi que a requisição de abertura desse inquérito que me aponta como possível responsável por calúnia e denunciação caluniosa foi intimidatória”, disse Moro à revista. Para a PGR, o pedido do inquérito apenas “narra fatos” e está dentro dos limites das atribuições do órgão.

Powered by WPeMatico

happy wheels