sexta-feira

14

fevereiro 2020

0

COMENTÁRIOS

Assessores e motoristas de Lula custaram R$ 847 mil a União durante prisão

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

LULAA equipe de assessores e motoristas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) custou pelo menos R$ 847.282,62 – entre junho de 2018 e outubro de 2019 – pagos pela Presidência da República, enquanto estava preso. As informações foram obtidas pelo Uol por meio da Secretaria-Geral da Presidência.

Previsto pela lei, os ex-presidentes têm direito a uma equipe de oito servidores. O salário dos auxiliares pode chegar a R$ 13,6 mil cada um. No caso de alguns integrantes da equipe de Lula que são militares, eles recebem remuneração extra por causa da função comissionada.

De acordo com a reportagem, de junho a dezembro de 2018, a Presidência gastou R$ 323.726,12 com a equipe de apoio a Lula. De janeiro a outubro de 2019, R$ 523.556,50, segundo dados do Planalto. Quando incluídos os oitos dias de novembro de 2019 em que Lula ainda esteve na prisão, o valor despendido pode chegar a R$ 878.033,91.

Powered by WPeMatico

happy wheels