quinta-feira

15

novembro 2018

0

COMENTÁRIOS

Com saída de cubanos, cidades do interior do RN perderão 142 médicos

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

medico-greve2Com a saída de Cuba do programa Mais Médicos, o Rio Grande do Norte deve perder 142 médicos cubanos que atuam em cidades do Estado. De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde, o programa conta hoje com 282 médicos no RN. Desses, 142 são de Cuba.

O governo cubano informou nesta quarta-feira, 14, que está se retirando do programa social Mais Médicos do Brasil após declarações “ameaçadores e depreciativas” do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), que anunciou mudanças “inaceitáveis” no projeto do governo. O convênio com o governo cubano é feito entre Brasil e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

“Diante desta realidade lamentável, o Ministério da Saúde Pública (Minasp) de Cuba tomou a decisão de não continuar participando do programa Mais Médicos e assim comunicou a diretora da Organização Panamericana da Saúde (OPS) e aos líderes políticos brasileiros que fundaram e defenderam esta iniciativa”, anunciou a entidade em um comunicado.

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

happy wheels