segunda-feira

11

maio 2020

0

COMENTÁRIOS

Em recomendação conjunta, órgãos pedem ampliação de atendimento na Caixa Econômica Federal

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

caixa_economica_federal0505202674O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) em conjunto com a Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPERN), o Ministério Público Federal (MPF/RN) e a Defensoria Pública da União (DPU/RN) assinaram uma recomendação para que a Caixa Econômica Federal (CEF) amplie seu atendimento. O documento, publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (8), aponta medidas para evitar aglomerações na busca pelo Auxílio Emergencial pago pelo Governo Federal em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A instituição tem 48h, após ser notificada, para prestar informações sobre as ações solicitadas e cinco dias para começar a implementá-las.

Os órgãos recomendam que a Superintendência da CEF no Rio Grande do Norte determine a ampliação do funcionamento das agências destinando o horário das 8h às 10h exclusivamente para atendimento de idosos e pessoas com comorbidades do grupo de risco da doença causada pelo vírus. A orientação é que também suspendam o regime de trabalho remoto aos funcionários que não integrem grupo de risco e cuja função possa impactar no atendimento das pessoas.

Entre os ajustes apontados, está a necessidade aumentar a distância entre as pessoas nas filas para dois metros e prolongar a validade do código para recebimento do pagamento. Além disso, os órgãos também recomendam que a CEF qualifique a central de call center, ampliando a capacidade de atendimento telefônico especializado, de forma a evitar as idas de clientes e beneficiários às agências, indevidamente.

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

happy wheels