sexta-feira

19

maio 2017

0

COMENTÁRIOS

Governo minimiza conteúdo dos áudios e fala em ‘crise forçada’

Por , Em notícias

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

temer-1

Do Globo – O Palácio do Planalto minimizou, nesta quinta-feira, o conteúdo dos áudios gravados pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS, em conversa com o presidente Michel Temer no Palácio do Jaburu. Segundo interlocutores do governo, a tese de defesa que será adotada a partir desta sexta-feira é a de que Temer não se debruçou sobre detalhes da conversa gravada por entender que a versão do Ministério Público não tem base na realidade.

Após a divulgação dos áudios pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a explicação de assessores e ministros próximos ao presidente é a de que, quando Temer disse a Joesley que “tinha de manter isso”, estava se referindo não a pagamentos ao ex-deputado Eduardo Cunha, mas à manutenção de uma boa convivência que o empresário dizia estar nutrindo com Cunha.

O Planalto admite que a crise que atingiu o governo é grave, mas o objetivo será manter o foco nessa linha de defesa. Um ministro do núcleo de Temer disse que os áudios não apontam qualquer referência à compra de silêncio de Eduardo Cunha. Além disso, o governo espera que o deputado Rodrigo Rocha Loures, ex-assessor especial de Temer tido como o interlocutor do presidente para resolver assuntos com a JBS, dê as devidas explicações e isente o presidente de qualquer responsabilidade.

banner_seridopneus-770

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

happy wheels