quinta-feira

26

março 2020

0

COMENTÁRIOS

Pedidos semanais de auxílio-desemprego nos EUA disparam com pandemia

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

CORONAVÍRUSO número de norte-americanos que solicitaram auxílio-desemprego saltou para um recorde de mais de 3 milhões na semana passada. As medidas severas para conter a pandemia de coronavírus paralisaram repentinamente o país, desencadeando uma onda de dispensas que, provavelmente, pôs fim ao mais longo boom de emprego na história dos Estados Unidos. Economistas dizem que a economia já está em recessão. Os pedidos de auxílio-desemprego são o indicador mais forte do mercado de trabalho.

O relatório semanal de pedidos de auxílio-desemprego do Departamento do Trabalho nesta quinta-feira ofereceu a evidência mais clara sobre o devastador impacto do coronavírus na economia, que forçou o Federal Reserve (Banco Central norte-americano) a adotar medidas extraordinárias e levou o Congresso a correr para aprovar um pacote de estímulo de 2 trilhões de dólares.

Powered by WPeMatico

happy wheels