domingo

24

maio 2020

0

COMENTÁRIOS

Presidente da Câmara de Caicó dedica mandato ao enfrentamento do coronavírus

Por , Em Notícias

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

WhatsApp Image 2020-05-24 at 11.29.37

Desde a chegada da pandemia de covid-19 ao Seridó, a presidente da Câmara Municipal de Caicó, Rosângela Maria, tem sugerido estratégias de enfrentamento do coronavírus.

Uma das primeiras medidas de Rosângela foi o acompanhamento dos gastos públicos. Foi encaminhado à secretaria municipal de Saúde o pedido de informações com destaque para o relatório das compras, acompanhado de cópias de notas fiscais e seus respectivos valores, nome das empresas contratadas, bem como planilha de distribuição de máscaras, EPIs, macacões e calçados destinados aos servidores da saúde que estão na linha de frente de combate.

Rosângela defendeu a distribuição de equipamentos de segurança a quem trabalha no lixão, garis e também aos que atuam na coleta diária do lixo de Caicó. Na área de assistência social, Rosângela solicitou informações acerca dos valores destinados a Caicó no tocante ao auxílio emergencial, que prevê o repasse de valores mensais através da Caixa Econômica Federal.

Rosângela também apresentou emenda ao Projeto de Lei nº 020/2020, de autoria do Poder Executivo, para que um auxílio mensal seja concedido pelo Poder Executivo aos profissionais da economia informal, como feirantes, camelôs e mototaxistas não atendidos pelo Governo Federal.

Para atender os idosos com necessidade de medicamentos e insumos de uso contínuo, a presidente da Câmara requereu que a secretaria municipal de Saúde realizasse a entrega domiciliar. A ação também atenderia pacientes com deficiência ou dificuldade de mobilidade.

No setor educacional, Rosângela cobrou esclarecimentos sobre os recursos utilizados na compra dos kits de merenda escolar da rede municipal. Os detalhes do pedido incluem valores repassados ao Município e sua contrapartida, gêneros alimentícios adquiridos e o número de alunos beneficiados.

Ainda sobre a distribuição dos kits de merenda escolar, solicita a aquisição de alimentos produzidos pela Agricultura Familiar. Uma vez que nesse período de pandemia, esses agricultores têm dificuldade de comercializar seus produtos.
Mesmo sabendo que a vacina da influenza não imuniza contra o coronavírus, Rosângela solicitou entendimentos com a pasta da Saúde, no sentido de que seja disponibilizada a imunização para a classe dos comerciários. Assim como outros profissionais que movem a economia do município, estes são bastante expostos não só ao vírus da gripe.

Na infraestrutura, a vereadora solicitou que seja regularizado o abastecimento de água no cemitério Campo Jorge, Zona Norte. Devido à irregularidade no fornecimento, coveiros e cuidadores de túmulos têm dificuldades para manter a higienização no local.

A presidente solicitou, ainda, a criação de uma logística para criação de barreiras sanitárias nas entradas de Caicó. Incluindo verificação de temperatura de passageiros, pulverizadores para desinfecção externa dos veículos, entrega de máscaras e rastreio de permanência. Outra medida, de caráter temporário, seria evitar a circulação de vendedores ambulantes de outras regiões do Rio Grande do Norte ou de outros estados durante o período da pandemia.

Máscaras

Rosângela sugeriu que o Governo do Estado pudesse adquirir junto a empresas de bonés e chapéus Caicó, máscaras de proteção. Segundo ela, seria também uma maneira de estimular a produção local e distribuir essas máscaras à população carente. Posteriormente, ela solicitou que a Prefeitura Municipal baixasse um decreto, em regime de urgência, tornando obrigatório o uso de máscaras por toda a população caicoense, sendo distribuídos esses equipamentos aos cidadãos carentes em locais públicos, como casas lotéricas, bancos, postos de saúde, feira livre e supermercados.

E para os agentes comunitários de saúde, Rosângela solicitou à secretaria de Saúde o incremento no número de máscaras N95 que estão sendo entregues a esses profissionais para o trabalho de campo. Eles hoje recebem uma unidade para quinze dias de trabalho, mas a presidente defende que esse quantitativo seja de duas N95 por dia a fim dirimir os riscos de contaminação.

banner_seridopneus-770

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

happy wheels