quinta-feira

13

setembro 2018

0

COMENTÁRIOS

RN tem três juízes ameaçados sob proteção, aponta CNJ

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

CRIME VIOLÊNCIATrês juízes com atuação no Rio Grande do Norte estão sob proteção especial por serem alvos de ameaças. A informação consta em levantamento divulgado nesta quarta-feira (11) pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O ranking nacional de número de magistrados sob proteção por ameaça é liderado pelo estado do Rio de Janeiro com 19 casos; seguido do Paraná, com 17; Alagoas, com 12; e Bahia com 11. O restante das unidades federativas do país figura com menos de dez ocorrências cada, totalizando 110 casos em 2017.

Segundo o CNJ. alagoas e Roraima são os locais onde se tem proporcionalmente mais situações de ameaça contra magistrados. A informação consta no Diagnóstico da Segurança Institucional do Poder Judiciário, disponível na página eletrônica do órgão. De acordo com os dados, para cada mil magistrados que trabalham no estado de Alagoas, 47 já estiveram sob situação de ameaça.

Ainda conforme o CNJ, em Roraima, o número é de 43 a cada mil magistrados. Os números estão bem acima da estimativa nacional, que identificou seis magistrados ameaçados para cada mil. Outros estados com índices acima do dobro da média nacional são: Tocantins (27 por mil magistrados), Rondônia (24 por mil), Acre (20 por mil), Pará (19 por mil), Amazonas (17 por mil), Paraná e Rio de Janeiro (ambos com 13 por mil).

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

happy wheels