quinta-feira

11

outubro 2018

0

COMENTÁRIOS

Sobre as provas do MP, Batata afirma: “Apesar das provas, que a propina seria para o prefeito, seria para investimento em alguma ação, isso vai ficar muito claro nos autos do processo”

Por , Em Notícias

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

batata-prisao

Em entrevista concedida nesta quinta-feira (11), o prefeito afastado de Caicó, Robson Araújo – Batata, falou a reportagem da InterTv Cabugi sobre sua prisão que ocorreu no dia 14 de agosto com a deflagração da Operação Tubérculo. Sobre a prisão, Batata Araújo desconversou e se resumiu apenas a dizer que estava sendo vítima de uma “trama política”.

Questionado sobre as provas apresentadas pelo Ministério Público na denúncia e anexadas ao processo, como troca de mensagens por aplicativos de celular, onde o prefeito afastado Batata Araújo negociava o pagamento de propinas com um empresário que foi o delator de todo o esquema de corrupção na prefeitura de Caicó, envolvendo os recursos do imposto de iluminação pública.

“Apesar das provas, que a propina seria para o prefeito, seria para investimento em alguma ação, isso vai ficar muito claro nos autos do processo. E é bom que se diga, e me permita, que a operação Cidade Luz já visitou várias cidades do RN e também PB e somente um prefeito, o meu caso, foi preso e afastado, outros se quer foram afastados”, declarou.

Confira o áudio da entrevista com Batata:

banner_seridopneus-770

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

happy wheels