sexta-feira

28

agosto 2020

0

COMENTÁRIOS

Witzel se diz indignado com afastamento do governo do RJ e cita ‘perseguição’ política

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

WilsonWitzel-Witzel-CCBB-08Nov2018O governador Wilson Witzel (PSC-RJ) declarou, em um pronunciamento no Palácio Laranjeiras às 10h30 desta sexta-feira (28), que está “indignado” com afastamento do cargo. Witzel se disse perseguido pelo governo federal e fez ataques ao ex-secretário Edmar Santos, preso pelas denúncias de corrupção na Saúde – e delator do governador.

“Mais uma vez quero manifestar a minha indignação e uma busca e apreensão e, mais uma vez, é uma busca e decepção. Não encontrou um real, uma joia, simplesmente mais um circo sendo realizado”, disse Witzel. “Você não pode afastar um governador com a suposição de que ele vai fazer algo.”

“Essa minha indignação é a indignação de um cidadão que veio governar o Estado do Rio de Janeiro e está sendo massacrado politicamente porque há interesses que não me querem governando o estado. Há interesses poderosos contra mim e querem destruir o RJ.”

Powered by WPeMatico

happy wheels