Diário: 11/01/2022

terça-feira

11

janeiro 2022

0

COMENTÁRIOS

Bloco Ala Ursa decide não participar do Carnaval 2022 em Caicó

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O Bloco Ala Ursa do Poço de Sant’Ana, o Bloco do Magão, não sairá no Carnaval de rua 2022 de Caicó. A decisão foi tomada pela associação cultural que representa o bloco. No final da manhã desta terça-feira (11/01) a associação emitiu uma nota pública que foi assinada pelo presidente, Pedro Dias. A nota deixa claro que o Bloco do Magão, tomou a decisão por causa das medidas de restrição da Covid-19.

Confira a nota:

A Associação Cultural Ala Ursa do Poço de Sant’Ana, através de sua diretoria, informa à população de Caicó e cidades vizinhas, bem como foliões advindos de outras regiões que não participará dos festejos carnavalescos do ano 2022 nas ruas da cidade, de forma presencial, com trio e orquestra seguidos por seu cativante público. A decisão foi tomada com a participação da Diretoria, alguns membros da orquestra e ouvindo outros participantes e colaboradores que por mais de quarenta anos apostaram na alegria e celebraram juntos o maior carnaval do interior do Rio Grande do Norte.

A presença da pandemia causada pelo Covid19 e suas variantes ainda requer muita cautela e procedimentos que não nos livra do receio e do pesar por tantas perdas humanas e materiais que vem acontecendo. Mesmo entendendo que parte da população quer festejar, se divertir e adquirir recursos financeiros gerados pelo carnaval, O Ala Ursa do Poço de Sant’Ana não colocará O Bloco do Magão em via pública neste carnaval. Dessa forma, agradece a compreensão de todos e faz votos pelo sucesso e bom senso para quem vai brincar o carnaval. Saúde e Alegria, Caicó!

         Caicó, 11 de janeiro de 2022.

Pedro Dias – Presidente.

Powered by WPeMatico

terça-feira

11

janeiro 2022

0

COMENTÁRIOS

Criminosos invadem casa, fazem arrastão e levam três pessoas da família como reféns no interior do RN

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Criminosos armados invadiram uma casa, fizeram um arrastão, roubaram um carro e na fuga levaram três pessoas da família como reféns na noite desta segunda-feira (10), no município de Major Sales, no Alto Oeste Potiguar. Os suspeitos foram perseguidos pela Polícia Militar e acabaram liberandos os reféns, mas conseguiram fugir.

Por volta das 21h, dois homens armados chegaram de moto a casa de uma família na rua João André de Morais, na zona urbana do município. Eles renderam as três pessoas que estavam na casa, um idoso de 70 anos, uma idosa de 67 e um adolescente de 16, neto do casal. De acordo com a PM, a moto utilizada pelos criminosos tinha sido roubada na cidade de Uiraúna, na Paraíba.

A Polícia Militar do município foi informada sobre o assalto e uma viatura foi até o local. Ao perceberem a presença dos policiais, os criminosos fugiram no carro da família, uma picape Toro branca, levando as vítimas como reféns.

Powered by WPeMatico

terça-feira

11

janeiro 2022

0

COMENTÁRIOS

Bolsonaro diz que reformas não devem avançar em 2022

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira (10), em uma entrevista à Jovem Pan, que algumas reformas econômicas que tramitam no Congresso Nacional não devem avançar em 2022. Bolsonaro afirmou que anos eleitorais são “difíceis” e que “não tem negociação”. O presidente disse ainda que “gostaria que a reforma administrativa” avançasse, mas que parlamentares não desejarão “pagar o preço” para votar temas polêmicos neste ano.

A reforma administrativa foi enviada ao Congresso em setembro de 2020 e tem como objetivo alterar as regras para os futuros servidores dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário da União, estados e municípios. A proposta foi aprovada por um comissão especial da Câmara dos Deputados, em setembro de 2020, mas ainda não foi enviada ao plenário da casa.

Powered by WPeMatico

terça-feira

11

janeiro 2022

0

COMENTÁRIOS

Mulher negra estampa pela 1ª vez moeda de dólar nos EUA

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

A efígie da poeta e ativista afro-americana Maya Angelou se tornou a primeira mulher negra a estampar moedas de dólar nos Estados Unidos. Angelou estampará o verso da nova geração das “quarters”, as moedas de 25 centavos de dólar, que são as mais utilizadas do país. Desde 1932, a moeda de 25 centavos só foi cunhada duas vezes com versões alternativas: a série de 50 moedas representativas de cada estado, na década de 2000, e a série de parques nacionais, entre 2010 e 2021.

Os primeiros exemplares já foram cunhados pela Casa da Moeda americana e exibidos pelo Departamento do Tesouro. As “quarters” estão sendo cunhadas em grandes volumes para uso diário nas cidades de Filadélfia e Denver e entrarão em circulação em breve, segundo nota publicada na segunda-feira (10). A homenagem é o resultado de um projeto de lei aprovado no fim de 2020 de autoria de Barbara Lee, congressista democrata do estado da Califórnia.

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

terça-feira

11

janeiro 2022

0

COMENTÁRIOS

Movimento dos Atingidos pela construção da Barragem de Oiticica solicita reunião com Fátima Bezerra

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Em carta assinada pela coordenação e assessoria o Movimento dos Atingidos e Atingidas pela construção das obras da Barragem Oiticica está solicitando da governadora Fátima Bezerra, uma reunião pública, se possível já na próxima semana, na Igreja de Barra de Santana, com o objetivo de discutir sobre a entrega das casas da Nova Barra de Santana e da agrovila de Jucurutu.

A carta sustenta que o processo de construção da nova barra de Santana passou por diversos empecilhos de ordem técnica, judicial, burocrático, dispensa de contrato, contratação de novo consorcio, novo planejamento, paralisação em decorrência da pandemia, lei das permutas e por último a necessidade de um novo aditivo financeiro e de prazo para conclusão da nova barra de Santana.

Já no tocante a agrovila de Jucurutu para reassentamento das famílias sem-terra que estão em áreas de risco, em especial, as 14 famílias da Vila Carnaúba tortas, os procedimentos legais, burocráticos, licenças, licitação, etc, também foram muitos complexos e demorados, finalmente, a obra está em execução.

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

terça-feira

11

janeiro 2022

0

COMENTÁRIOS

Ou tudo ou nada! CDL Caicó defende que não haja tratamento com distinção entre programação pública e privada do Carnaval

Por , Em Notícias

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

 

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Caicó (CDL) realizou uma pesquisa com seus associados no período de 07 a 11 de janeiro, utilizando ferramentas digitais, para saber a opinião dos empresários sobre a realização do Carnaval de Caicó neste ano de 2022, em virtude das incertezas do cenário da pandemia.

Uma curiosidade é que os empresários defendem tratamento igualitário para a programação pública e privada. 67% dos associados que responderam à pesquisa são contra que aconteça programação pública e privada. Já 29% são a favor que aconteça ambas as programações.

“Apenas 4% dos entrevistados defenderam que exista somente uma das programações, ou seja, nossa classe empresarial defende que o Município crie condições para que aconteçam tanto a programação pública, quanto a privada, ou que não autorize nenhuma das duas. Não pode haver dois pesos e duas medidas”, destaca Luis Medeiros, diretor de eventos da CDL Caicó.

A pesquisa também confirmou a relevância do Carnaval para a economia do município. Para 86,5% das empresas entrevistadas, o carnaval traz faturamento extra e 35,2% contratam mão de obra temporária para período do carnaval.

Outro dado interessante da pesquisa é que 81% das empresas entrevistadas estão com 100% dos colaboradores vacinados e outros 10% das empresas estão com mais de 75% dos colaboradores imunizados.

A Câmara de Dirigentes Lojistas tem assento no Conselho Municipal de Turismo e tem acompanhado de perto as discussões sobre a realização ou não do Carnaval, defendendo que sejam consideradas as recomendações dos profissionais de saúde e vigilância sanitária para as tomadas de decisões.

banner_seridopneus-770

terça-feira

11

janeiro 2022

0

COMENTÁRIOS

Em reunião com Conselho de Turismo, blocos de rua sugerem realizar carnaval público de Caicó na Ilha de Santana

Por , Em Notícias

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

IMG-20220111-WA0139

O Conselho de Turismo de Caicó acatou pedido dos dirigentes de blocos de rua e realizou reunião sobre carnaval nesta terça-feira, 11, com blocos, representantes das forças de segurança e empresários de Caicó.

A secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Mara Costa, abriu a reunião e pontuou: “viemos para ouvir os blocos”. Ela estava acompanhada do secretário adjunto de sua pasta, George Victor, e da Procuradora Adjunta, Maria Alice Pereira.

Ao ser facultada a palavra aos dirigentes dos blocos, o primeiro a falar foi o presidente do Bloco Canguru, Anderson Ugiete: “a idéia seria criar barreiras sanitárias e, não tendo como fazer na rua, a realização do carnaval público na Ilha de Santana. O que a gente precisa é que tenha carnaval”, defendeu.

Hoderlan Dantas, presidente do Bloco Furiosa cobrou: “queríamos sair daqui hoje com uma definição, uma alternativa. Uma das alternativas é fazer o carnaval na Ilha de Santana para o público”, defendeu.

Ruy Evandro, diretor do Bloco Treme Treme, disse que a solução aponta para um carnaval na Ilha de Santana: “não vamos deixar o carnaval de Caicó acabar. Se tem como fazer o privado, tem como fazer o público. Precisamos decidir e agir: como fazer o carnaval de Caicó na Ilha de Santana”, expos.

O vereador Diogo Silva defendeu o que já vem expondo em suas redes sociais: “se não puder ter carnaval público, que não tenha o privado”, afirmou.

Já o vereador Andinho Duarte, externou sua preocupação em haver aumento de casos de covid e gripe: “hoje, 80% da população de Caicó é contra a realização do carnaval. Eu me posiciono contra a realização do carnaval”, declarou.

Representando os donos de hotéis e pousadas, Tarcísio Medeiros ‘Vaca Velha’, disse que é a favor do carnaval de rua e de clube: “quem fomenta uma cidade é a economia. O dinheiro que fica aqui num carnaval, nos ajuda gerir o ano todo. Sou economista e sou gerador de emprego, e sei o quanto um carnaval desse deixa para todos os segmentos. Não ter o carnaval é um suicídio para cidade de Caicó”, expressou.

A presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, OAB Caicó, Kalina Leila, esteve presente e afirmou: “entendo que devemos ouvir as autoridades sanitárias. Fico feliz em ouvir a segurança pública e os representantes da nossa economia. Num momento oportuno, vamos nos posicionar enquanto OAB”, afirmou a advogada.

As forças de segurança também se pronunciaram.

O Capitão Jardel Cleber de Araújo, comandante do 6º BPM falou sobre o trabalho da polícia: “a segurança pública a gente vai oferecer. Tenha ou não carnaval. Não havendo carnaval em outros lugares, pergunto: a Ilha de Santana vai dar conta de aglomerar tanta gente?”, questionou.

Capitão Messias, sub-comandante do 3º DPRE, ratificou que a polícia de trânsito está pronta para agir se o carnaval de rua acontecer nas vias ou na Ilha de Santana: “se for na Ilha é melhor, mas onde for estaremos prontos para atuar”, afirmou.

O Capitão Rafael Victor Targino de Araújo, comandante da 2ªCompanhia e Policiamento Ambiental de Caicó, disse que a saúde da população define se deve acontecer, ou não, o carnaval: “não havendo carnaval em outras cidades do Nordeste, Caicó deverá receber mais gente. E precisamos pensar: não é só a covid, mas a gripe também está aí”, alertou.

O representante do Corpo de Bombeiros, Tenente Sharduick e o representante da PRF, Inspetor Santiago, Chefe do Núcleo de Policiamento e fiscalização da delegacia PRF em Caicó, também declararam que suas instituições estão prontas para trabalhar em prol da população, tendo ou não carnaval.

Em alguns momentos, dirigentes de blocos cobraram uma definição se haveria ou não o carnaval de rua, o que foi mediado pela secretária Mara Costa: “estamos aqui para ouvir as sugestões e vamos repassar para o prefeito Dr. Tadeu, e vamos escutar o Comitê Científico Estadual, além de estarmos no aguardo de um decreto do governo do estado sobre a realização do carnaval nos municípios”, ponderou.

Por fim, a procuradora adjunta do município de Caicó, Maria Alice da Silva Pereira, afirmou que “fazer ou não o carnaval de rua de Caicó, não é uma decisão fácil. Dr. Tadeu já assumiu o município dentro da pandemia. E, até agora, a atuação dele tem sido pautada com o cuidado com a vida da população de Caicó”, afirmou.

terça-feira

11

janeiro 2022

0

COMENTÁRIOS

Movimento dos Atingidos pela construção da Barragem de Oiticica solicita reunião pública com a governadora Fátima Bezerra em Barra de Santana

Por , Em Notícias

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

oiticicas1409

Em carta assinada pela coordenação e assessoria o Movimento dos Atingidos e Atingidas pela construção das obras da Barragem Oiticica está solicitando da governadora Fátima Bezerra, uma reunião pública, se possível já na próxima semana, na Igreja de Barra de Santana, com o objetivo de discutir sobre a entrega das casas da Nova Barra de Santana e da agrovila de Jucurutu.

A carta sustenta que o processo de construção da nova barra de Santana passou por diversos empecilhos de ordem técnica, judicial, burocrático, dispensa de contrato, contratação de novo consorcio, novo planejamento, paralisação em decorrência da pandemia, lei das permutas e por último a necessidade de um novo aditivo financeiro e de prazo para conclusão da nova barra de Santana.

Já no tocante a agrovila de Jucurutu para reassentamento das famílias sem-terra que estão em áreas de risco, em especial, as 14 famílias da Vila Carnaúba tortas, os procedimentos legais, burocráticos, licenças, licitação, etc, também foram muitos complexos e demorados, finalmente, a obra está em execução. 

Na reunião com a governadora o Movimento quer tratar da seguinte agenda:

– Prazo oficial de entrega da nova barra de Santana pelo Governo do Estado, incluindo, a recuperação das 41 casas de inquilinos já construídas pela CEHAB;

– Prazo oficial de entrega das casas para 14 famílias de Carnaúba Torta em caráter de urgência, pois, estão em área de risco, e das outras 23 famílias que serão reassentadas nesta agrovila de Jucurutu;

– Disponibilidade pelo Governo do Estado de terrenos na primeira etapa de implantação do partido urbanístico da Nova Barra de Santana, para as famílias que residem na comunidade e não possuem moradia e, também, nos sete hectares de terras para expansão da nova comunidade. As famílias sem teto serão selecionadas de acordo com critérios estabelecidos e sem privilégios de nenhuma natureza pela comissão do acordo extrajudicial como apoio técnico social da QS/OITICICA. Da mesma forma disponibilizar terrenos na área de expansão para implantação de atividades produtivas e de serviços para pequenos empreendimentos de famílias de barra de Santana que faz essas atividades em fundo de quintal. 

– Prazo para finalização das últimas indenizações de imóveis da atual Barra de Santana e das permutas mistas dos 11 serviços e indústrias 

– O movimento solicita ao Governo do Estado que articule a bancada federal na perspectiva de emenda parlamentar para a construção da estrada asfáltica ligando a nova barra de Santana a RN 118, tendo em vista que o MDR/DNOCS retirou do planejamento elaborado pela SEMARH.

banner-CDS-1

terça-feira

11

janeiro 2022

0

COMENTÁRIOS

Em nota técnica, Sesap reforça recomendação para uso de máscaras em bares e restaurantes no combate à gripe no RN

Por , Em Notícias

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), emitiu nesta segunda-feira (10), uma nota técnica para reforçar a trabalhadores de bares e restaurantes, bem como aos empregadores, as responsabilidades trabalhistas para minimizar o número de casos de influenza (gripe) no estado.

Entre as 17 medidas de caráter preventivo para clientes e funcionários, está a recomendação de incentivar o uso da máscara pelos clientes durante a permanência dentro do estabelecimento, quando não estiver na mesa de refeição, além do uso de máscaras pelos funcionários durante todo o horário de trabalho, inclusive durante o preparo de alimentos.

O documento reforça ainda que o empregador deve fornecer Equipamentos de Proteção Individual (EPI) adequados para os funcionários e dar preferência ao uso de máscaras descartáveis por todos os profissionais em serviço, especialmente àqueles que trabalham com atendimento direto ao cliente.

Outra recomendação que consta no documento é a de estimular e monitorar que os profissionais completem o esquema vacinal para Covid, bem como a vacinação para influenza.

É recomendada ainda na nota técnica uma rotina de limpeza e desinfecção de superfície, equipamentos e utensílios. Os detergentes e desinfetantes utilizados devem ser adequados para a sua finalidade (de acordo com o rótulo) e devem estar regularizados pela Anvisa.

De acordo com o documento da Sesap, é fundamental ainda que as empresas adotem estratégias que permitam a identificação imediata de casos suspeitos e o afastamento do ambiente de trabalho de forma a diminuir a transmissão pessoa a pessoa e garantir o pleno funcionamento do estabelecimento.  A empresa também deve ter um procedimento para avaliar o estado de saúde dos trabalhadores e identificar de maneira proativa possíveis suspeitas ou contaminação com o vírus da influenza.

Do G1

banner_seridopneus-770

terça-feira

11

janeiro 2022

0

COMENTÁRIOS

IFRN adia retorno às atividades presenciais

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) suspendeu o retorno às atividades presenciais, incluindo a fase de avanço para aulas, atendendo a um pedido do comitê científico de enfrentamento à Covid da própria instituição. O retorno da totalidade do trabalho presencial estava agendado para esta segunda-feira (10), o que não aconteceu. O documento foi publicado na sexta-feira (7).

O comitê apontou tendência de crescimento nos casos e internações por Covid, além do surto de influenza H3N2, “doença com alto impacto de contaminação, que tem causado a sobrecarga dos sistemas de saúde do estado nos últimos dias” para sugerir a suspensão do avanço.

O adiamento é válido por 15 dias e o comitê se reunirá para discutir o cenário epidemiológico no estado no próximo dia 20 de janeiro, para então tomar uma nova decisão. A portaria foi assinada pela professora Antônia Silva, reitora em exercício do IFRN.

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

terça-feira

11

janeiro 2022

0

COMENTÁRIOS

Lais/UFRN recomenda que pessoas sem 3ª dose de vacina só entrem em eventos com teste negativo para Covid

Por , Em Notícias

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Diante da confirmação dos primeiros casos da variante ômicron do coronavírus no Estado, o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Lais/UFRN) emitiu uma nova recomendação para o enfrentamento da pandemia de Covid-19, com ampliação das medidas de segurança.

Em relatório publicado na última sexta-feira (7), o Lais/UFRN defende que eventos de massa públicos ou privados exijam dos participantes não apenas o comprovante de vacinação contra a Covid-19, mas também um teste negativo de Covid para os que não receberam ainda a dose de reforço e estão, portanto, com o ciclo vacinal incompleto (3ª dose).

Esse teste, pela recomendação do Lais, pode ser do tipo RT-PCR (realizado até 72 horas antes) ou de antígeno (até 48 horas antes). Os dois são do tipo swab, com coleta de secreção nasal.

Atualmente, a entrada em eventos exige apenas o comprovante de vacinação: das duas doses ou apenas da 1ª dose desde que a 2ª não esteja atrasada.

“É fundamental que as autoridades públicas, bem como as empresas/instituições responsáveis pela organização destes eventos, garantam a rigorosa fiscalização e implementação destes critérios. A testagem associada à vacinação completa deve ser exigida para eventos de massa até que o RN consiga atingir no mínimo 80% de sua população adulta com a D3”, afirmam os pesquisadores do Lais/UFRN.

Os pesquisadores também sugerem que seja retomado o monitoramento constante da taxa de ocupação de leitos no Rio Grande do Norte. A orientação do Lais é que, caso o Estado tenha mais de 60% dos leitos de UTI ocupados, num cenário com 250 leitos disponíveis, nenhum evento de massa seja autorizado.

Portal 98 FM

terça-feira

11

janeiro 2022

0

COMENTÁRIOS

Secretaria de Saúde de Caicó inicia vacinação da população geral a partir dos 18 anos com a dose de reforço

Por , Em Notícias

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

A Secretaria de Saúde de Caicó divulgou o calendário de vacinação da Covid-19 para esta semana.

A primeira dose será destinada a população geral a partir dos 12 anos de idade.

Já a segunda dose será destinada para quem já tomou a primeira dose da Pfizer até o dia 16 de novembro; para quem já tomou a primeira dose da Coronavac até o dia 21 de dezembro; para quem já tomou a primeira dose da Oxford até o dia 16 de novembro e para quem tomou a primeira dose da Janssen até o dia 11 de novembro.

A dose de reforço (D3) é para a população geral a partir dos 18 anos de idade que recebeu a segunda dose até o dia 11 de setembro.

O calendário traz uma observação que só haverá vacinas da Janssen, Coronavac e Oxford na Barra Nova, Boa Passagem, Centro e Castelo Branco.

WhatsApp-Image-2022-01-10-at-15.25.48