Casa do Estudante de Caicó volta a enfrentar crise com falta de alimento e ameaça de corte de energia

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Vexatória a situação dos estudantes que moram na Casa do Estudante de Caicó. Em entrevista nesta quarta-feira (03) dois deles, a Cinthia Daiane e o Francisco Dutra relataram situações de constrangimento, com a falta de alimentos na despensa da Casa, e a ameaça constante da suspensão da energia elétrica pela falta de pagamento. “Desde dezembro do ano passado não temos mais repasse de nenhum tipo de alimentação, a estrutura da Casa está horrível, principalmente a unidade feminina está uma situação muito precária. Estamos vivendo de doações das pessoas que se sensibilizam com nossa situação. Se não fossem essas doações nossa despensa estaria vazia. Hoje só temos arroz e açúcar. Para completar ontem fomos ameaçados de ter a energia da Casa cortada”, disse Cinthia.

Cinthia lamentou as ausências do Governo do Estado e das prefeituras da região do Seridó e interior paraibano, já que estudantes de várias regiões moram na Casa, na tentativa de solucionar a crise enfrentada por eles. “É uma vergonha para os governos saber que estamos aqui atrás de um futuro e eles deixarem fechar as portas da Casa do Estudante”. Alguns prefeitos alegam que um dos principais impedimentos para a celebração de convênios com a Casa do Estudante tem sido a regularização da documentação da própria Casa. Cinthia reconhece que essa pendência vem sendo resolvida, mas não vê como pretexto para o desleixo da classe política com a Casa. “Há tempo que essa situação já deveria ter sido resolvida. Estamos vendo a hora a Casa do Estudante de Caicó fechar suas portas, e não deve demorar muito”, finaliza.

Fonte: Marcos Dantas.

07-12-fabricio-banner161_zpsdd3e310f