Henrique Alves não concorda: “Prorrogação de mandato só foi feito na ditadura”

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Alves, presidente do PMDB norte-rio-grandense e provável ministro do governo Dilma Rousseff (PT), apontou na manhã desta segunda-feira, dois dias após a realização do Encontro de Prefeitos e Vereadores em que se defendeu a prorrogação dos mandatos dos atuais prefeitos e vereadores no contexto da reforma política, que não há clima para prorrogar os atuais mandatos – de prefeitos e vereadores – e que essa discussão, conforme proposta pela Federação dos Municípios (FEMURN) e pela Federação das Câmaras (FECAM), destoa da realidade democrática do país.  “Prorrogar mandato só foi feito na ditadura militar”, afirmou Henrique.

_banner_rayannesantos_2014_590-110

banner_seridopneus-770