Autor:

terça-feira

19

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Prefeitura do Natal terá alteração de expediente em dias de jogos do Brasil

Por , Em Fonte Heitor Gregório

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O prefeito Álvaro Dias assinou decreto sobre os critérios de funcionamento das repartições públicas da Administração Municipal Direta, Indireta, Autárquica e Fundacional nos dias de jogos da Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo 2018. O decreto Nº 11531, de 14 de junho de 2018, deve ser publicado no Diário Oficial do Município desta sexta-feira, 25.

No próximo dia 22 de junho, data da segunda partida do Brasil na Copa, será ponto facultativo e, no dia 27, quando a Seleção Brasileira fará seu terceiro jogo no torneio, o expediente será até o meio-dia. O primeiro jogo da Seleção ocorre neste próximo domingo, não havendo necessidade de alteração de horário das repartições.

Ainda segundo o decreto, caso a Seleção Brasileira se classifique para a próxima fase da Copa, sendo o jogo realizado no período matutino, será ponto facultativo. Caso a partida seja no turno vespertino, o expediente será até às 12 horas.

No decreto, também está previsto o adiamento para o primeiro dia útil subsequente o vencimento de prazos em geral que se vencerem nas datas que sofrerem alteração por conta dos jogos. Os dirigentes de órgãos e entidades, porém, devem observar o funcionamento dos serviços essenciais afetos às suas respectivas áreas de atuação nos dias dessas partidas.

Atualmente, o expediente nas repartições públicas municipais já vem cumprindo horário das 8 às 14 horas. O Decreto Nº 11.467 estabelece essa jornada para o período de 06 de março deste ano até 31 de dezembro próximo.

Powered by WPeMatico

logo-radioserido3-1

terça-feira

19

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

PSDB do RN continua sem pré-candidato ao Governo e só tomará decisão após ouvir lideranças e pré-candidatos

Por , Em Fonte Heitor Gregório

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

A reportagem do Estadão repercutida pelo blog dando conta que o PSDB potiguar teria decidido apoiar a reeleição do governador Robinson Faria foi “puramente especulativa”, segundo um tucano disse ao blog.

O PSDB potiguar ainda não tomou sua posição acerca de quem apoiará para Governador.

O partido vai se reunir na próxima semana e vai ouvir todos os pré-candidatos a deputado estadual e federal, além de Senado (Geraldo Melo). O presidente da sigla no Estado, deputado Ezequiel Ferreira vai ouvir todos da Executiva, em uma decisão democrática.

Ezequiel segue nas conversas com seus deputados, prefeitos, vices e vereadores, além dos ex-prefeitos e lideranças.

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

terça-feira

19

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Servidores estaduais farão protesto unificado em frente à Governadoria contra atraso salarial

Por , Em Fonte Heitor Gregório

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O Fórum Estadual dos Servidores do RN, composto pelo Sindsaúde e demais sindicatos e entidades estaduais, está convocando um ato público na próxima quarta-feira (20), às 9h na Governadoria.

Os servidores irão protestar pelo pagamento do décimo terceiro de 2017, os salários em dia e a correção de perdas salariais.

Mesmo após a greve histórica unificada de 100 dias, dos trabalhadores da saúde e professores da UERN, os atrasos salariais continuam para todos os servidores. Os profissionais da saúde ainda amargam oito anos sem reajustes nos salários. Parte da categoria ainda não recebeu o 13º.

Powered by WPeMatico

terça-feira

19

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Marinha do Brasil oferece 146 vagas para profissionais da saúde

Por , Em Fonte Heitor Gregório

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

A Marinha do Brasil está oferecendo 146 vagas para profissionais de nível superior da área de saúde, das quais 123 são para médicos; 12 para cirurgiões-dentistas; e 11 para enfermeiros, farmacêuticos, fonaudiólogos e nutricionistas. As inscrições estão abertas até o dia 27 de junho, podendo ser realizadas no site www.ingressonamarinha.mar.mil.br ou nos postos de inscrição regionais: em Natal, no Serviço de Recrutamento Distrital do Comando do 3º Distrito Naval; em Olinda, na Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco; e em Fortaleza, na Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará.

Requisitos

As vagas são destinadas a ambos os sexos. Para concorrer, o candidato tem de ser brasileiro, ter menos de 36 anos (no dia 1º de janeiro de 2019) e possuir curso superior relativo à profissão para a qual concorre, entre outros requisitos previstos em edital. A taxa de inscrição é de R$ 120,00 e o pagamento poderá ser realizado até o dia 3 de julho.

Os aprovados e classificados farão o Curso de Formação de Oficias (CFO), no Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW), no Rio de Janeiro. Depois da aprovação no CFO, no final de 2019, os militares serão nomeados Oficiais da Marinha do Brasil no posto de Primeiro-Tenente e passarão a receber remuneração de cerca de R$ 11 mil.

Das vagas

Os médicos interessados em fazer o concurso devem ficar atentos, pois existem vagas no âmbito nacional e regional. No segundo caso, deverão obrigatoriamente possuir o Certificado de Residência Médica ou Certificado de Título de Especialista na especialidade para a qual concorrem.
O concurso para médicos, no âmbito nacional, traz 100 vagas em diversas especialidades: Alergologia (2), Cancerologia (1), Cardiologia (8), Clínica Médica (5), Dermatologia (2), Endocrinologia/ Metabologia (4), Gastroenterologia (3), Geriatria (4), Hematologia (2), Infectologia (1), Medicina Intensiva (3), Neurologia (4), Anatomia Patológica (2), Pneumologia (4), Proctologia (1), Reumatologia (2), Cirurgia Cardíaca (1), Cirurgia Geral (4), Cirurgia Torácica (2), Cirurgia Vascular (3), Oftalmologia (3), Otorrinolaringologia (2), Neurocirurgia (3), Anestesiologia (5), Ginecologia e Obstetrícia (8), Pediatria (8), Psiquiatria (4), Radiologia (5), Radioterapia (1), Medicina Nuclear (1), Ortopedia e Traumatologia (2). Já para o concurso regionalizado, são 23 vagas.
As vagas para cirurgião-dentista compreendem as especialidades de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-facial (2), Dentística (2), Ortodontia (2), Patologia Bucal e Estomatologia (2), Prótese Dentária (2) e Radiologia (2). Já as vagas para Apoio à Saúde contemplam as profissões de Enfermagem (3), Farmácia (4), Fonoaudiologia (2) e Nutrição (2).

Informações ao candidato
Natal/RN – Serviço de Recrutamento Distrital do Comando do 3º Distrito Naval – Rua Coronel Flamínio, nº 100 – Santos Reis – Natal/RN – CEP: 59010-500

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

terça-feira

19

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Reportagem do Estadão diz que PSDB apoiará Robinson no RN

Por , Em Fonte Heitor Gregório

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Estadão Conteúdo

O pré-candidato do PSDB à Presidência da República, o ex-governador paulista Geraldo Alckmin, jantou na noite de domingo, 17, na casa do ministro Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações), em São Paulo, em encontro que discutiu a aliança nacional e acordos regionais com o PSD. Alckmin ouviu de Kassab que, se depender dele, a aliança com o PSD está garantida, e que esse sentimento é o mais amplo no partido.

Presidente licenciado do PSD, Kassab tenta amarrar os dois partidos em disputas regionais. Na conversa, Kassab destacou, segundo um dos presentes, as aproximações pelo País. PSDB e PSD estarão juntos em São Paulo na coligação do ex-prefeito paulistano João Doria (PSDB), um dos convidados no convescote.

O PSD indicou a ex-vice-prefeita Alda Marco Antônio para compor a chapa – mas o posto pode ficar com o DEM ou o PRB, numa composição futura. Em Minas Gerais, o senador tucano Antônio Anastasia concorrerá ao governo com o deputado Marcos Montes (PSD-MG) na vice.

No Rio Grande do Norte, o PSDB apoiará a tentativa de reeleição do governador Robinson Faria (PSD). No Rio de Janeiro, o PSD tenta lançar o deputado Índio da Costa com o apoio do diretório tucano, presidido pelo deputado Otávio Leite. Ambos estiveram no jantar.

No Amazonas, o senador Omar Aziz (PSD) deve fechar o apoio dos tucanos a sua pré-candidatura ao governo com o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB).

Internamente, Kassab precisa demover o desejo de Guilherme Afif Domingos de disputar o Planalto pelo partido. Ex-ministro da Micro e Pequena Empresa no governo Dilma Rousseff e presidente licenciado do Sebrae, Afif carece de apoio no próprio PSD, mas é amigo pessoal de Kassab e foi vice-governador e secretário de Estado de Alckmin, de quem afastou-se para entrar no governo federal. Kassab também já teve atritos com Alckmin, o principal deles na disputa vitoriosa da prefeitura de São Paulo em 2008, mas diz que as rusgas entre os três estão superadas.

Também participaram o ex-governador de Goiás Marconi Perillo, vice-presidente nacional do PSDB e coordenador político da campanha presidencial tucana, os presidentes dos diretórios mineiros dos dois partidos, os deputados Domingos Sávio (PSDB) e Diego Andrade (PSD), além do ex-governador mineiro Pimenta da Veiga (PSDB) e o deputado Vilmar Rocha (PSD-GO).

O encontro foi organizado por Kassab e pelo ex-senador Jorge Bornhausen, que fazem parte do conselho político e social da Associação Comercial de São Paulo e costumam oferecer o jantar dominical.

Powered by WPeMatico

_banner-fabricio-otica

segunda-feira

18

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Fortaleza se consolida como centro de conexões aéreas, os famosos HUB’s, diz O Globo

Por , Em Fonte Heitor Gregório

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Com a entrada da empresa alemã Fraport na administração do Aeroporto Internacional Pinto Martins, o Ceará projeta mais de 40 novas rotas semanais.

Segundo ‘O Globo’ desta segunda-feira (18), Fortaleza se consolida como centro conexões aéreas, os HUB’s.

Enquanto isso, o RN continua na expectativa do HUB da Latam…se é que ainda vem.

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

segunda-feira

18

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

PF indicia ex-procurador Marcelo Miller e empresário Joesley Batista por corrupção

Por , Em Fonte Heitor Gregório

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Por Andréia Sadi para o G1

Polícia Federal indiciou o ex-procurador da República Marcelo Miller por corrupção passiva e o empresário Joesley Batista, por corrupção ativa.

Também foram indiciados, por corrupção ativa, o ex-executivo da J&F Francisco de Assis e as advogadas Fernanda Tórtima e Esther Flesch, que trabalhavam para a empresa.

Para o delegado Cleyber Malta Lopes, que cuidou do caso, há indícios suficientes de que os quatro corromperam Marcelo Miller, quando ele era procurador, para obter ajuda para delação premiada de executivos da J&F.

O delegado da PF concluiu ainda que houve omissão por parte de Joesley Batista e Francisco de Assis “sobre a real extensão dos atos praticados por Marcello Miller e a relação ilícita entre Miller e os investigados”.

Em setembro do ano passado, na reta final do mandato, o então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a rescisão das delações de quatro executivos da J&F – Joesley Batista, Wesley Batista, Ricardo Saud e Francisco de Assis – por omissão e má-fé dos delatores – eles teriam deixado de informar sobre suposta orientação prestada por Miller nas negociações, enquanto ainda integrava o Ministério Público.

Delatores pleiteiam a manutenção do acordo. Afirmam, de modo geral, que não tinham conhecimento de que Miller ainda estava vinculado à Procuradoria e sustentam que não tentaram ludibriar a PGR.

A investigação da PF foi aberta para apurar a atuação de Miller e não tem relação com o processo da delação premiada, que ainda precisa ser avaliado pelo ministro Luiz Edson Fachin, relator do caso no Supremo.

O relatório da PF foi enviado ao ministro Fachin e para a presidente do STF, Cármen Lúcia, que pediu a abertura de apuração após o então procurador Rodrigo Janot revelar que novas gravações apontavam omissão nas delações de executivos da J&F e que citavam ministros do Supremo.

Não orientou gravações, diz PF

No relatório sobre a investigação em relação à atuação de Miller, Cleyber Lopes afirmou que os elementos indicam que Marcello Miller não interferiu na produção de provas descritas em planilhas de pagamentos entregues e não foram encontrados elementos de que o então procurador “tenha interferido ou orientado as gravações espontâneas realizadas por Joesley Batista e Ricardo Saud antes das ações controladas autorizadas pela Justiça.

Lopes também frisou que não há elementos de envolvimento de ministros do Supremo Tribunal Federal.

Delação da J&F

As delações foram validadas pelo ministro Luiz Edson Fachin em maio de 2017. Desde o início os acordos geraram críticas, uma vez que foi concedido aos delatores o maior benefício possível, a imunidade penal, ou seja, a impossibilidade de serem denunciados ou responderem a processos na Justiça.

As delações originaram a Operação Patmos, deflagrada em 18 de maio de 2017 para coletar indícios de supostos repasses ilegais da J&F para o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que chegou a ser afastado do mandato, e para o presidente Michel Temer.

Joesley havia gravado uma conversa com o presidente, na qual, segundo a Procuradoria-geral da República, eles trataram sobre o silêncio de presos da Lava Jato. Em ação controlada, a Polícia Federal gravou um auxiliar do presidente, o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (MDB-PR), saindo de restaurante com uma mala com R$ 500 mil após recebê-la de um executivo da J&F – Ricardo Saud.

As acusações da J&F viraram denúncia formal da Procuradoria contra Aécio, que virou réu em ação penal no STF, e duas denúncias contra Temer, que teve os processos suspensos por decisão da Câmara.

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

segunda-feira

18

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

PT de Fátima não quer coligação proporcional com PHS de Zenaide nem com PCdoB

Por , Em Fonte Heitor Gregório

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

A senadora Fátima Bezerra (PT), pré-candidata ao Governo do Estado, bem como a deputada federal Zenaide Maia (PHS), pré-candidata ao Senado, passam a ter um problema para administrar.

O PT não aceita se coligar com o PHS, nem com o PCdoB na chapa proporcional.

No caso do PCdoB, por exemplo, a aliança proporcional é uma condição para a aliança majoritária, podendo o partido indicar até o vice de Fátima na disputa pelo Executivo Estadual.

E o cenário do PCdoB poderá se transformar no mesmo para o PHS.

A relação entre Fátima e Zenaide continua ótima, porém, o problema partidário – se não for resolvido – poderá criar dificuldades em torno da aliança das duas.

Em 2014, quando Fátima disputou o Senado fazendo uma dobradinha com Robinson Faria (PSD) para o Governo, o mesmo problema existiu por parte do PT, gerando várias divergências e ocorrências para a majoritária. Naquela eleição, a coligação proporcional de deputado estadual foi apenas PT / PT DO B / PC DO B. Já o PSD fez coligação com PP / PEN / PRTB / PTC.

Powered by WPeMatico

segunda-feira

18

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

segunda-feira

18

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Se for para disputa, Styverson será candidato ao Governo ou Senado

Por , Em Fonte Heitor Gregório

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O Capitão Styverson, que ganhou visibilidade no RN depois de comandar a Lei Seca, está analisando se concorrerá a algum cargo na eleição que se aproxima.

Já autorizou os institutos de pesquisa a avaliarem seu nome.

O capitão – se for para a disputa – vai disputar Governo ou Senado, segundo uma fonte do blog.

Até o momento Styverson não se filiou a nenhum partido. Por ser militar tem a prerrogativa de se filiar na convenção. O partido deverá ser o Solidariedade do deputado estadual Kelps Lima.

Powered by WPeMatico

_banner-fabricio-otica

segunda-feira

18

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Nova lei permite que natalenses possam regularizar imóveis com mais facilidade

Por , Em Fonte Heitor Gregório

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O Diário Oficial do Município já publicou a lei que moderniza a regularização urbanística de Natal. O projeto foi apresentado na Câmara Municipal pela vereadora Nina Souza (PDT) e sancionado pelo prefeito Álvaro Dias (MDB).

A partir de agora, os proprietários de imóveis que possuem restrições de licenciamento ou que estejam em desacordo com a legislação vigente podem regularizar seu patrimônio de forma simples e com mais facilidade.

Powered by WPeMatico

domingo

17

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Projeto Social desenvolvido por voluntários leva serviços de Saúde aos moradores de rua em Natal

Por , Em Fonte Heitor Gregório

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Através do projeto Saúde Solidária, pessoas em situação de rua, em Natal, passarão a ganhar um reforço e ter mais assistência de saúde, além do atendimento que já é executado pela Secretaria Municipal de Saúde de Natal.

Através de uma unidade móvel, profissionais voluntários farão os atendimentos aos que moram na rua.

A inauguração ocorreu na última sexta-feira (15).

O consultório móvel tem maca, balança, pia, armários, mesa com cadeiras, gerador e demais utensílios e equipamentos necessários.

Merece aplausos e reconhecimento todos os envolvidos.

Powered by WPeMatico

domingo

17

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

domingo

17

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

domingo

17

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Suplente de Senador se diz ameaçado de morte por aliado do governador Robinson Faria

Por , Em Fonte Heitor Gregório

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Theodorico Bezerra Netto (PCdoB), suplente de senador de Fátima Bezerra (PT), prestou ocorrência contra Nilson Marcelino Fernandes, conhecido como Marcelo, aliado do governador Robinson Faria, dizendo ter sofrido ameaça de morte neste sábado (16).

O caso teria ocorrido em uma cafeteria de Petrópolis, segundo o suplente de senador detalhou no Boletim de Ocorrência.

Segundo Theodorico, Marcelo o acusou de estar “falando” do governador e do filho, o deputado federal Fábio Faria.

Histórico

Theodorico apoiou em 2014 a candidatura do governador Robinson Faria e foi indicado pelo PCdoB, na época o partido do candidato a vice-governador Fábio Dantas, para 2º suplente da senadora Fátima Bezerra.

Por mais de dois anos, Theodorico dirigiu a Ceasa na gestão de Robinson e acompanhou Fábio Dantas no rompimento com o governador.

Powered by WPeMatico

domingo

17

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Potiguar que preside a International Meal Company acerta fusão com empresa de refeições da Copa 2014

Por , Em Fonte Heitor Gregório

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

A Folha de São Paulo informa que a International Meal Company (INC), dona das redes Viena e Frango Assado, entrou em acordo para unir suas operações com a Sapore, que produz refeições corporativas e foi responsável pelo serviço na Copa de 2014.

Quem liderou a negociação pela IMC foi o potiguar Newton Maia, presidente global da Companhia. Desde que assumiu a IMC, em 2017, Maia conseguiu melhorar a gestão do negócio e torná-la mais rentável.

Powered by WPeMatico

domingo

17

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Brasil deixou de arrecadar R$ 354,7 bi com renúncias fiscais em 2017

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Com meta de déficit primário de R$ 159 bilhões neste ano e com um teto de gastos pelas próximas duas décadas, o governo teria melhores condições de sanear as contas públicas, de acordo com o Tribunal de Contas da União (TCU), concedendo menos incentivos para determinados setores da economia. O relatório do TCU das contas do governo em 2017, aprovadas com ressalvas na última quarta-feira (13), revelou que as renúncias fiscais somaram R$ 354,7 bilhões no ano passado.

O montante equivale a 30% da receita líquida do governo no ano e supera os déficits da Previdência Social e do regime de aposentadorias dos servidores federais, que somaram R$ 268,8 bilhões em 2017. Segundo o TCU, 84% das renúncias têm prazo indeterminado, o que faz a perda de arrecadação ser incorporada às contas do governo.

A Lei de Responsabilidade Fiscal determina que cada renúncia fiscal seja custeada com alguma receita, seja com o aumento de outros tributos ou com a alta da arrecadação gerada pelo desenvolvimento da economia. O TCU, no entanto, constatou que 44% dos incentivos fiscais não são fiscalizados por nenhum órgão, o que levou o ministro Bruno Dantas a recomendar que os ministérios da Fazenda, do Planejamento e da Casa Civil montem um grupo de trabalho para verificar a eficácia das renúncias fiscais.

Segundo a Receita Federal, as desonerações (que compõem uma parte das renúncias fiscais) estão estabilizadas em 2018, depois de caírem levemente em 2017. De janeiro a abril deste ano, segundo os dados mais recentes, somaram R$ 27,577 bilhões, contra R$ 27,631 bilhões no mesmo período do ano passado. Os números da Receita são inferiores aos do TCU porque o Fisco leva em conta apenas as renúncias mais recentes e incorpora ao fluxo normal de arrecadação as perdas com regimes especiais instituídos há bastante tempo.

Ineficácia

Tributarista do escritório Peixoto & Cury Advogados, Renato Faria diz que a equipe econômica precisará, em algum momento, rediscutir as renúncias fiscais para continuar a fornecer serviços públicos num cenário de restrição cada vez maior de recursos. “Um dado importante é que o valor da renúncia fiscal que se estimava ter com desoneração da folha de pagamentos superava o investimento da pasta da saúde. Tudo isso quando temos um SUS [Sistema Único de Saúde] deficitário”, critica.

Além das desonerações, o advogado critica os sucessivos programas de renegociação de dívidas de contribuintes, apelidados de Refis, que representam perda de arrecadação por causa dos descontos nas multas e nos juros aprovados pelo Congresso. “Nos últimos anos, muitas empresas passaram por dificuldades para quitar impostos, mas as renegociações sistemáticas nos últimos 15 anos premiam o sonegador e punem o empresário que paga os tributos em dia e tem a competitividade prejudicada”, reclama.

Tributarista do escritório Simões Advogados, Thiago Taborda Simões defende o aumento na fiscalização de contrapartidas por parte das empresas de setores beneficiados por regimes especiais. “A fiscalização não deveria se restringir ao pagamento de impostos, mas também abranger o cumprimento das condições para receberem o incentivo, como geração de empregos, investimentos em tecnologia”, cita.

Segundo ele, a isenção de impostos no meio da cadeia produtiva não beneficia a sociedade. “Esse tipo de isenção bagunça o sistema tributário e cria distorções, porque o custo é assumido pelo setor seguinte da cadeia e repassado para o consumidor, que no fim é quem paga a conta no preço final”, acrescenta.

Reversão

Parte dos benefícios fiscais foi diminuída em maio, para custear a redução de tributos para o diesel após a greve dos caminhoneiros. No total, R$ 4,01 bilhões de desonerações foram revertidos da seguinte forma: R$ 2,27 bilhões da redução do Reintegra (programa de apoio a exportadores), R$ 830 milhões com a reoneração da folha de pagamentos, R$ 740 milhões com o aumento de imposto sobre preparados para a elaboração de refrigerantes e R$ 170 milhões com a revogação do regime especial de produtos destinados à indústria petroquímica.

A disposição em avançar na retirada de incentivos enfrenta resistência da equipe econômica. Em estudo divulgado no fim do ano passado, a Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda (Seae) informou ser contrária à retomada da tributação sobre lucros e dividendos e à reversão parcial do Simples Nacional, regime especial para micro e pequenas empresas que fez o governo perder R$ 13,7 bilhões no ano passado. Para a pasta, as medidas resultariam em elevação da carga tributária e reduziriam a competitividade do Brasil.

Powered by WPeMatico

domingo

17

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Árbitro do jogo do Brasil já foi alvo de gremistas por pênalti não marcado

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Foto: Alex Livesey/Fifa/Getty Images

Responsável pela arbitragem na estreia do Brasil na Copa do Mundo da Rússia, o empate por 1 a 1 com a Suíça, o mexicano César Ramos foi alvo de críticas de jogadores brasileiros em dois lances que poderiam ter beneficiado a equipe comandada por Tite: o gol dos suíços e um suposto pênalti para a seleção brasileira. O mundial na Rússia é o primeiro a contar com o auxílio do árbitro de vídeo, o VAR, mas os lances não foram revistos.

No gol da Suíça, anotado pelo meia Zuber logo aos 4 minutos do segundo tempo, ele teria cometido falta no zagueiro Miranda ao empurrá-lo antes de cabecear para o gol. No outro lance, o atacante Gabriel Jesus tentou girar sobre o zagueiro Manuel Akanji dentro da área e foi agarrado, sem que o mexicano tenha marcado o pênalti ou, novamente, o VAR tenha revisto a marcação. Nas duas vezes, jogadores brasileiros gesticularam com o árbitro para que ele consultasse a equipe de arbitragem de vídeo.

“Naquele jogada, se eu tivesse me jogado, talvez marcassem. Tem árbitro de vídeo e resolveram não marcar, é vida que segue”, disse Miranda depois da partida.

Powered by WPeMatico

domingo

17

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Com quase 100% das urnas apuradas, Iván Duque é eleito presidente da Colômbia

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O conservador Iván Duque foi eleito neste domingo, 17, presidente da Colômbia ao vencer o rival Gustavo Petro. Com 99% das urnas apuradas, Duque conta com 53% dos votos e Petro com 41%.

Duque governará um país que acabou de firmar um acordo de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e registra um crescimento na produção de coca e da violência em áreas deixadas pela guerrilha.

Powered by WPeMatico

domingo

17

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Para Tite, ansiedade atrapalhou jogadores do Brasil

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Foto: Damir Sagolj/Reuters

O técnico da Seleção Brasileira, Tite, afirmou que a ansiedade atrapalhou o desempenho do time na estreia hoje (17), em Rostov. Para ele, os atacantes precisam ser mais “frios” na hora da finalização. “A ansiedade bateu forte. Quando apressa demais, a finalização fica imprecisa”, disse.

“Nesse momento, em uma Copa do Mundo, temos que absorver quando toma um gol. Então, serve de aprendizado”, completou o treinador na coletiva de imprensa após o empate de 1 a 1 com a Suíça.

Tite evitou atrair os holofotes para o erro do árbitro, que não marcou falta em Miranda no gol da Suíça, mas afirmou que um erro como aquele “não pode acontecer em um jogo de alto nível”.

Ele também defendeu os jogadores, que reclamaram de forma tímida da falta no lance do gol. Para ele, o time não pode perder o equilíbrio emocional pressionando o árbitro. “Não tem que pressionar a arbitragem. Tem todo um processo [de arbitragem], pessoas que avaliam [os lances] e eu não posso fazer da equipe do Brasil uma equipe desequilibrada”.

Melhor em campo

Autor de um golaço de fora da área, Philippe Coutinho recebeu o troféu de melhor jogador da partida e participou da coletiva de imprensa após o jogo. O camisa 11 brasileiro evitou remoer o resultado ruim de hoje. “Tivemos muitas coisas positivas e agora temos que pensar no próximo jogo”.

Powered by WPeMatico

domingo

17

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Abaixo-assinado para fazer com que pagamentos da Cosern voltem a ser aceitos em lotéricas

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Um grupo de potiguares está organizando um abaixo assinado online para fazer com que as lotéricas do Estado voltem a receber os pagamentos das contas de energia emitidos pela Cosern.

“Estamos movimentando esse abaixo assinado para fazer com que as lotéricas do estado do Rio Grande do Norte voltem a receber contas da Cosern, evitando assim o desgaste da população em filas exaustivas nos pontos de pagamento. A rede lotérica é estruturada pra dar o atendimento que a população precisa mas por motivos alheios à rede lotérica a CEF e a Cosern não conseguem fechar acordo. Enquanto não chegam a algum acordo os únicos prejudicados é a população do nosso estado”, diz o comunicado.

Para participar do abaixo-assinado, basta acessar: https://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/41781

Powered by WPeMatico

domingo

17

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Presidente do Flamengo topa ser vice de Marina Silva

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Com dificuldade de atrair outros partidos para sua chapa, Marina Silva buscou um aliado fora da política tradicional: o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, nome defendido por líderes da Rede, como o senador Randolfe Rodrigues, para ser o candidato a vice-presidente. Se Marina quiser, Bandeira de Mello avisa que aceitará o posto.

“Agradeço ao Randolfe, mas vou ajudar como a Marina preferir. Não acho o mais provável (ser vice), porque a vaga pode ficar para um partido aliado, mas estou à disposição para qualquer missão, até mesmo para não sair candidato e só ajudar na campanha”, disse o presidente rubro-negro, rindo de um episódio ocorrido quando se filiou à Rede e completou “Eu declarei, como agora, que vou fazer o que a Marina mandar. Aí, as redes sociais dela foram inundadas de torcedores dizendo ‘Marina, manda ele contratar um centroavante’”.

Se virar o candidato a vice, não faltará afinidade de discurso. Instado a falar sobre seu posicionamento político e ideológico, o que vinha evitando fazer como dirigente esportivo, Bandeira de Mello dá opiniões alinhadas ao centrismo de Marina, conjugando bandeiras progressistas com uma visão mais liberal da economia.

“Tenho preocupação com a questão social, com questões ligadas a direitos humanos e ao meio ambiente. E não nego a força das leis do mercado. Não sou favorável a Estado mínimo absoluto, mas a ação do Estado não necessariamente se dá através da posse das ações ordinárias. A iniciativa privada é fundamental, e o Estado estabelece as regras do jogo. E reforma da previdência não é questão ideológica, é matemática”, opinou.

Como Marina, Bandeira de Mello conta já ter votado no PT e no PSDB: “Votei no Fernando Henrique nas duas vezes. Votei no Lula no 2º turno em 1989, e outras vezes no PT, porque desde sempre votei no Gabeira. E votei na Marina nas últimas”.

Por enquanto, o administrador tem discutido estratégias e dado sugestões para a elaboração do programa de governo de Marina. Os dois se conhecem desde que Bandeira de Mello chefiou a área de meio ambiente do BNDES. Depois de se aposentar, foi lançado em 2012 à presidência do Flamengo como candidato de um grupo de empresários que entrou para a política rubro-negra.

Venceu como “outsider”, mas logo rompeu com o grupo que o lançara. Foi reeleito em 2015 com apoio de uma leva de novos associados e também pela composição com forças da velha política do clube. Arranjos em nome da governabilidade que Marina, com uma base de apoios pequena, terá de fazer.

“Isso não será problema para ela. Ela já se posicionou contra a reeleição, os políticos sabem que não vai querer governar em proveito próprio”, disse.

A entrada de Bandeira de Mello na política leva o noticiário sobre o Flamengo a extrapolar as páginas esportivas mais uma vez. Em seu segundo mandato, o presidente escalou o empresário Flávio Godinho como vice de futebol, segundo cargo mais importante no clube. Ex-braço-direito de Eike Batista, ele foi preso em janeiro de 2017, acusado de pagar propina ao esquema do ex-governador Sérgio Cabral. Hoje, Godinho tem de cumprir recolhimento domiciliar noturno.

O Globo

Powered by WPeMatico

domingo

17

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Treze partidos devem R$ 32 milhões de eleições passadas

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Com menos recursos para uma nova campanha eleitoral, 13 dos 35 partidos políticos ainda têm de desembolsar recursos para pagar dívidas de disputas passadas. Ao todo, as legendas registram débitos que chegam a quase R$ 32 milhões. Os dados foram obtidos pelo Estado nas prestações de contas de 2017 enviadas pelos partidos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que incluem as dívidas de campanhas assumidas pelas legendas ao fim da eleição.

Pela legislação eleitoral, os candidatos têm até a eleição seguinte, ou seja, quatro anos, para quitar todos os débitos de campanha. As diferentes esferas do partido – municipal, estadual e nacional – não têm obrigação legal de assumir essas dívidas, mas é o que costuma ocorrer.

A sigla mais endividada é o PT, com um rombo de cerca de R$ 25 milhões, o que representa 78% do valor total devido por todas as agremiações. Além dos petistas, também lideram o ranking dos endividados o Avante (R$ 3,4 milhões), o MDB (R$ 1,1 milhão), o PSDB (R$ 848 mil) e o PCdoB (R$ 712 mil). Somente em 2017, os partidos desembolsaram mais de R$ 22,6 milhões com pagamento desse tipo de despesa.

Esses dados, no entanto, ainda podem mudar. Os partidos tinham até 29 de abril para prestar contas ao TSE, mas, após um apelo das legendas, o presidente da Corte Eleitoral, Luiz Fux, estendeu esse prazo até o dia 1.º de agosto. Até lá, são permitidas retificações nas declarações já enviadas.

Neste ano, o Orçamento da União reservou R$ 888,7 milhões para o Fundo Partidário – fundo especial de assistência financeira aos partidos com registro no TSE. Ele é constituído por recursos públicos. Os partidos também podem receber doações de pessoas físicas.

No vermelho. Entre os partidos endividados, a situação financeira do PT chama atenção. A arrecadação do partido piorou nos últimos anos, especialmente após a deflagração da Operação Lava Jato, que atingiu em cheio a cúpula da legenda e levou o Supremo Tribunal Federal (STF) a proibir a doação empresarial em 2015.

Após a eleição de 2014, por exemplo, o diretório estadual do PT de São Paulo registrou dívidas de R$ 55,2 milhões. Somente o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, que disputou o governo do Estado, encerrou as contas eleitorais com um déficit de R$ 25 milhões.

Em 2016, foi a vez do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, que disputou a reeleição, terminar a campanha com rombo de quase R$ 9 milhões. Os diretórios estadual e municipais de São Paulo respondem por 90% da dívida assumida pelo PT.

No caso de Haddad, o débito vem sendo administrado pelo diretório municipal do PT de São Paulo, que até agora quitou 34% do valor. Segundo o presidente municipal da legenda, Paulo Fiorilo, a conta tem sido paga com repasses da direção nacional do PT e com jantares que têm sido promovidos pelo próprio Haddad.

Em relação ao segundo partido com o maior montante de dívida – o nanico Avante (ex-PTdoB) – a maior parte do prejuízo está sendo pago pelo diretório municipal de Belo Horizonte. Somente no ano passado, a sigla destinou R$ 2,4 milhões para esse fim. Segundo a assessoria do partido, “as dívidas foram assumidas nos moldes permitidos pela legislação” e estão sendo “devidamente quitadas nos prazos e cronogramas informados à Justiça Eleitoral”.

Estadão Conteúdo

Powered by WPeMatico

domingo

17

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Mega-Sena acumula e pagará R$ 35 milhões; veja as dezenas sorteadas

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

O Concurso 2.050 da Mega-Sena, com prêmio previsto de R$ 30 milhões, foi sorteado na noite desse sábado (17) em Pelotas (RS). Nenhum apostador acertou as dezenas 08 31 32 33 38 50.

Trinta e quatro apostas acertaram a quina e cada uma levará prêmio de R$ 75.709,93. Mais de 3,5 mil bilhetes acertaram quatro dezenas e levam prêmio de R$ 1.038,79 cada.

O próximo concurso, que será sorteado na quarta-feira (20), tem prêmio acumulado em R$ 35 milhões. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) nas lojas lotéricas credenciadas pela Caixa em todo o país.

Powered by WPeMatico

domingo

17

junho 2018

0

COMENTÁRIOS

Ministério da Saúde confirma surto de toxoplasmose e tenta identificar origem

Por , Em Fonte BG

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Uma equipe do Ministério da Saúde trabalha em campo junto com agentes do governo do Rio Grande do Sul e da prefeitura de Santa Maria na investigação do surto de toxoplasmose identificado no município gaúcho. Os técnicos da pasta devem permanecer na cidade até amanhã (18), quando será feita uma reunião com a equipe de investigação e gestores locais.

De acordo com o ministério, até 7 de junho, foram confirmados, laboratorialmente, 88 casos de toxoplasmose com indício de infecção recente. Já a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul confirma pelo menos 510 casos da doença. Há ainda, em investigação, 212 casos suspeitos.

Além do monitoramento do surto, a pasta informou que implementa ações como: orientações técnicas para notificação, diagnóstico e tratamento; disponibilização de contato permanente com médicos especialistas na doença; e aquisição de insumos para a realização de análises laboratoriais.

“Além de identificar as pessoas doentes, o Ministério da Saúde tem que identificar qual a fonte de infecção, para checar se há algum risco de repetição”, destacou a pasta, por meio de nota.

Água analisada

No início de junho, foram coletadas sete amostras de água em Santa Maria. Quatro foram retiradas de açudes, duas de poços artesianos e uma em vertente d’água. Os técnicos também recolheram duas amostras de lodo dos reservatórios de água e duas de água dos reservatórios em localidades onde existem registros de casos confirmados.

O material foi encaminhado ao Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul para análise em primeira triagem. De lá, as coletas serão encaminhadas para a Universidade Estadual de Londrina, no Paraná, na próxima semana. Os resultados devem ser divulgados em até 15 dias.

Doença

Conhecida como doença do gato, a toxoplasmose, de acordo com o Ministério da Saúde, é causada por um protozoário e apresenta quadro clínico variado – desde infecção assintomática a manifestações sistêmicas extremamente graves.

A infecção em humanos ocorre por três vias: contato direto com solo, areia e latas de lixo contaminados com fezes de gatos infectados; ingestão de carne crua ou mal cozida infectada (sobretudo carne de porco e de carneiro), e infecção transplacentária durante a gravidez.

A toxoplasmose não pode ser transmitida de humano para humano, com exceção das infecções intrauterinas. De acordo com a pasta, cerca de 40% dos fetos de mães que adquiriram a doença durante a gestação são infectados.

A orientação para se prevenir a doença é evitar o uso de produtos animais crus ou mal cozidos, eliminar as fezes de gatos infectados em lixo seguro, proteger as caixas de areia, lavar as mãos após manipular carne crua ou terra contaminada e evitar o contato de grávidas com gatos.

Agência Brasil

Powered by WPeMatico