sexta-feira

16

julho 2021

0

COMENTÁRIOS

Em estudo no mundo, 3ª dose da vacina causa polêmica no Brasil

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

A possibilidade de aplicação de uma terceira dose de vacina contra a covid-19 já mobiliza cientistas de todo o mundo e, no Brasil, vira polêmica política. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, criticou nesta sexta-feira (16), em discurso feito em Campo Grande (MS), a possibilidade de “um grande município” oferecer a dose extra. Queiroga refere-se ao prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), que disse nesta quinta (15), em entrevista à GloboNews, que pretende oferecer a uma dose de reforço de vacina a idosos ainda neste ano.

Queiroga defende que os municípios sigam o que foi definido pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI). “Nâo podemos ter municípios criando regras próprias. Como anunciar terceira dose se a gente não avançou ainda na primeira dose em 100% da população? Temos que ter os dados oriundos da ciência para tomar decisão”, afirmou o ministro.

O presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) disse na última terça-feira (13) que acredita que algumas das vacinas disponíveis no Brasil devem demandar uma terceira dose. “Acredito que algumas vacinas terão a necessidade de uma terceira dose. No dia de hoje ainda é difícil dizer qual. Isso é estudado no mundo inteiro”, disse em palestra virtual da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ).

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

happy wheels