domingo

5

julho 2020

0

COMENTÁRIOS

Conheça a trajetória vitoriosa do Corintians de Caicó no Campeonato Potiguar de 2001

Por , Em Seridó

Compartilhar paraShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

CORÍNTIANS DE CAICÓEm sua trajetória no futebol potiguar, o Corintians de Caicó alcançou várias façanhas, mas nenhuma delas se compara ao título de campeão estadual em 2001. Na época, o então presidente do Corintians, Álvaro Dias conseguiu uma parceria forte com a empresa SAT – Satélite Distribuidora de Combustíveis, através de seu presidente Marcelo Alecrim, o que possibilitou um um grande investimento em contratações de peso para o elenco do Galo do Seridó, como exemplo, o atacante Pedro Costa, considerado um dos grandes centroavantes do Nordeste na época.

O projeto deu certo e o Corintians quebrou com a hegemonia dos dois clubes da capital – ABC e América. O diretor de futebol, Raimundo Inácio Filho (Lobão) e o presidente Álvaro Dias, acreditaram no potencial de Pedrinho Albuquerque e foram até Campina Grande, onde acertaram a vinda do treinador para comandar o Galo do Seridó. Pedrinho iniciou sua articulação como profundo conhecedor do futebol e trouxe outros craques para integrar o elenco corintiano, entre eles, Betinho, Raminho, Márcio Silva, Júnior Bahia, Doriva, entre outros.

Com uma campanha brilhante, o Corintians conquistou o primeiro turno invicto. Já no segundo, apesar de perder a sua invencibilidade, a equipe se classificou para a final, contra o América. O detalhe é que o Corintians tinha a vantagem de jogar por até três resultados iguais, mas não foi preciso.

No dia 24 de junho, o Corintians foi a Natal, e com um gol assinalado por Ronaldo Falcão aos 32 minutos da segunda etapa, venceu o América. No jogo da volta, no Marizão numa quarta-feira, dia 27 de junho, a partida foi emocionante.

Com o estádio completamente lotado com 5.900 torcedores, o Corintians venceu o América por 1×0, com gol de Pedro Costa, aos 41 minutos do primeiro e conquistou o campeonato potiguar pela primeira vez. Naquele jogo memorável, o time entrou em campo com a seguinte formação: Pacato; Jorge Alagoano, Amaral, Vladimir e Rogério; Raminho, Márcio Silva, Duda e Betinho; Júnior Bahia e Pedro Costa; além de Jefferson, Zé Roberto e Airton.

Powered by WPeMatico

banner_seridopneus-770

happy wheels